Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Meio Ambiente

- Publicada em 02h14min, 06/11/2019. Atualizada em 03h00min, 06/11/2019.

Fiocruz vai treinar profissionais sobre óleo

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) instalou ontem uma sala de situação para elaborar um plano de resposta aos impactos que o vazamento de óleo em praias do Nordeste pode ter na saúde da população. Ao longo do dia, cerca de 100 especialistas de diferentes unidades da Fiocruz se reuniram por videoconferência para discutir o tema. O plano deve ser preparado em, no máximo, 30 dias, mas a Fiocruz vai atuar antes disso no treinamento em larga escala de profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) e na preparação de material de orientação à população dessas localidades. Os pesquisadores irão criar uma classificação de risco para definir as áreas prioritárias para atuar.
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) instalou ontem uma sala de situação para elaborar um plano de resposta aos impactos que o vazamento de óleo em praias do Nordeste pode ter na saúde da população. Ao longo do dia, cerca de 100 especialistas de diferentes unidades da Fiocruz se reuniram por videoconferência para discutir o tema. O plano deve ser preparado em, no máximo, 30 dias, mas a Fiocruz vai atuar antes disso no treinamento em larga escala de profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) e na preparação de material de orientação à população dessas localidades. Os pesquisadores irão criar uma classificação de risco para definir as áreas prioritárias para atuar.
Comentários CORRIGIR TEXTO