Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 01 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Pesquisa

01/11/2019 - 18h21min. Alterada em 01/11 às 18h21min

Fapergs anuncia vencedores do Prêmio Pesquisador Gaúcho de 2019

Entrega ocorreu na Fiergs para vencedores em 13 categorias, maior número na história do prêmio

Entrega ocorreu na Fiergs para vencedores em 13 categorias, maior número na história do prêmio


DUDU LEAL/FAPERGS/DIVULGAÇÃO/JC
A comunidade científica do Rio Grande do Sul conheceu os vencedores do Prêmio Pesquisador Gaúcho, conferido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs). A premiação ocorreu no Salão de Convenções da Fiergs, em Porto Alegre, na noite dessa quinta-feira (31).
A comunidade científica do Rio Grande do Sul conheceu os vencedores do Prêmio Pesquisador Gaúcho, conferido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs). A premiação ocorreu no Salão de Convenções da Fiergs, em Porto Alegre, na noite dessa quinta-feira (31).
Instituições de pesquisa, ensino, empresas e institutos realizaram 153 indicações para 13 categorias, que contemplam Artes, Letras, Linguística; Ciências Agrárias; Ciências Biológicas; Economia e Administração; Ciências da Saúde; Educação; Engenharias e Geociências. Foi o maior número de indicações de todas as edições do prêmio.
O reconhecimento contempla ainda categorias em graduação universitária e ambiente empresarial, como a de Jovem Pesquisador, Startup Inovadora e Pesquisador na Indústria.
Na nova edição, o prêmio contemplou uma pesquisa alusiva à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, definida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC, “Bioeconomia - Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”.
O pesquisador que contribuiu de forma extraordinária em sua área de conhecimento e para o progresso da ciência recebeu a Medalha Sylvio Torres, que homenageia o médico veterinário, professor, pesquisador e um dos fundadores da Fapergs. A medalha é considerada a distinção de maior relevância da fundação e é concedida bienalmente. Luiz Carlos Federizzi, da Ufrgs, foi o escolhido.

Confira os premiados em cada categoria 

Pesquisador Destaque
  • Ciências Agrárias – José Miguel Reichert (UFSM)
  • Artes e Letras - Zilá Bernd (Unilasalle)
  • Ciências Biológicas – Leonardo Maltchik Garcia (Unisinos)
  • Ciências da Saúde – Luiz Felipe Valandro (UFSM)
  • Engenharia - Nilo Cesar Consoli (Ufrgs)
  • Educação - Danilo Romeu Streck (Unisinos)
  • Economia e Administração - Denis Borenstein (Ufrgs)
  • Geociências - Renata Guimarães Netto (Unisinos)
Prêmio Especial “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”
  • Arthur Germano Fett Neto (Ufrgs - Inbbio)
Jovem Pesquisador
  • Samanta da Silva Gündel (UFN)
Startup Inovadora
  • Regenera Moléculas do Mar (Ufrgs)
Pesquisador na Indústria
  • Paulo Roberto Walter Ferreira (Bhio Supply)
Medalha Sylvio Torres
  • Luiz Carlos Federizzi (Ufrgs)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia