Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Educação

- Publicada em 03h07min, 27/09/2019. Atualizada em 03h00min, 27/09/2019.

Ministro defende autorregulação de instituições privadas de Ensino Superior

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, defendeu nesta quinta-feira que as instituições privadas de Ensino Superior tenham "mais liberdade, mas com responsabilidade" no Brasil. Para tanto, o gestor propôs, na abertura do 21º Fórum Nacional do Ensino Superior Particular, que o setor apresente uma proposta de autorregulação. "Eu lancei o desafio. O princípio é que elas apresentem uma proposta e, com base nela, a gente dê mais ou menos liberdade", pontua.
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, defendeu nesta quinta-feira que as instituições privadas de Ensino Superior tenham "mais liberdade, mas com responsabilidade" no Brasil. Para tanto, o gestor propôs, na abertura do 21º Fórum Nacional do Ensino Superior Particular, que o setor apresente uma proposta de autorregulação. "Eu lancei o desafio. O princípio é que elas apresentem uma proposta e, com base nela, a gente dê mais ou menos liberdade", pontua.
De acordo com o ministro, autorregulação é respeitar indivíduos e instituições legítimas a se organizarem coletivamente e tomarem suas próprias decisões, penalizando ações que não estão alinhadas. Weintraub destacou, ainda, que a medida não significa que o Ministério da Educação deixará de fiscalizar o setor. "O setor se autorregula e o Estado fiscaliza e observa se está funcionando adequadamente", afirma.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO