Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 01 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

31/08/2019 - 10h40min. Alterada em 01/09 às 10h45min

Prefeitura garante que paga atrasados da obra da Ceará até quarta

Trincheira é uma das obras herdadas da Copa do Mundo de 2014 ainda inacabada

Trincheira é uma das obras herdadas da Copa do Mundo de 2014 ainda inacabada


MARCO QUINTANA/JC
Uma das obras herdadas da Copa do Mundo de 2014 com conclusão mais aguardada enfrenta um leve susto na reta final. A trincheira da avenida Ceará, que faz a ligação na saída de Porto Alegre para a Região Metropolitana - pelo Aeroporto Internacional Salgado Filho -, é prometida para ser liberada no fim de outubro. O pagamento da construtora sofreu atraso. Valores de julho ainda não foram pagos.
Uma das obras herdadas da Copa do Mundo de 2014 com conclusão mais aguardada enfrenta um leve susto na reta final. A trincheira da avenida Ceará, que faz a ligação na saída de Porto Alegre para a Região Metropolitana - pelo Aeroporto Internacional Salgado Filho -, é prometida para ser liberada no fim de outubro. O pagamento da construtora sofreu atraso. Valores de julho ainda não foram pagos.
A prefeitura garantiu nessa sexta-feira (30) que pagará R$ 420 mil até a próxima quarta-feira (4). O dinheiro faz parte de empréstimo que o município contraiu na Caixa Econômica Federal justamente para poder completar cerca de de obras viárias. São R$ 120 milhões no total.
Em nota, a prefeitura informou que "houve um descompasso no repasse dos recursos do FGTS e na entrega de documentação complementar por parte do consórcio executor da Trincheira da Ceará ao município". O valor que falta ser quitado, entre parcela em atraso e para completar até a entrega, é de R$ 760 mil, que devem ser pagos nas próximas duas semanas. "A estimativa é que a entrega se mantenha até o fim de outubro", completa o município.
A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana informa que não recebeu nenhum comunicado da empresa Conpasul, que executa a obra, de que poderia parar em função do atraso. Clima, com chuva, causou o adiamento de setembro para outubro na conclusão. Na área, motoristas precisam pegar desvio ao chegar a Porto Alegre, o que aumenta percurso e gera mais lentidão no trânsito.  
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia