Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 02 de setembro de 2019.
Dia do Repórter Fotográfico. Feriado nos EUA - Dia do Trabalho.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

Edição impressa de 02/09/2019. Alterada em 02/09 às 03h00min

Prefeitura de Porto Alegre busca recursos para o viaduto Otávio Rocha

A prefeitura de Porto Alegre encaminhou ao Ministério da Justiça seis projetos que contemplam áreas como acessibilidade, direitos do consumidor, qualificação e proteção do turismo e recuperação do patrimônio histórico - o mais notório deles visa à revitalização do viaduto Otávio Rocha, na avenida Borges de Medeiros. Os projetos irão concorrer a recursos do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos.
A prefeitura de Porto Alegre encaminhou ao Ministério da Justiça seis projetos que contemplam áreas como acessibilidade, direitos do consumidor, qualificação e proteção do turismo e recuperação do patrimônio histórico - o mais notório deles visa à revitalização do viaduto Otávio Rocha, na avenida Borges de Medeiros. Os projetos irão concorrer a recursos do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos.
O início da execução daqueles que forem selecionados pelo Comitê Gestor do Fundo está prevista para ocorrer ainda em 2019. A duração de cada um deverá ser de até 36 meses, podendo ser prorrogado por mais 12 meses. A contrapartida do município em cada ação é de 1%.
Os projetos somam aproximadamente R$ 20 milhões e, se habilitados e classificados, vão permitir a execução de ações importantes na cidade como a já mencionada recuperação do viaduto da Borges e a restauração da escadaria da rua João Manoel, também na área central.

Os projetos protocolados

Restauração e recuperação
do Viaduto Otávio Rocha
R$ 16.054.467,28

Implantação de acessibilidade em terminais e corredores de ônibus
R$ 1,260 milhão

Restauração da escadaria no prolongamento da rua João Manoel, inaugurada em 1928, e
que liga a rua Duque de Caxias
à rua Fernando Machado
R$ 510.000,10

Instalação de aparelhos para audiodescrição em museus e espaços culturais, incluindo o Linha Turismo
R$ 510.000,10

Ação contínua do projeto Game, que propõe a mobilização de voluntários no combate à exploração e ao abuso infantil
R$ 600 mil

Qualificação de profissionais envolvidos com turismo, além de capacitação de alunos da rede municipal e de profissionais do ensino e produção de manuais e campanhas educativas
R$ 800 mil

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia