Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de agosto de 2019.
Dia Nacional do Combate ao Fumo.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Energia

29/08/2019 - 10h38min. Alterada em 29/08 às 10h38min

Leilão de PPP de iluminação pública de Porto Alegre tem 8 grupos habilitados

Certame irá definir qual empresa vai gerir todo o parque de iluminação pública pelos próximos 20 anos

Certame irá definir qual empresa vai gerir todo o parque de iluminação pública pelos próximos 20 anos


MARIANA CARLESSO/JC
Estadão Conteúdo
Começa na manhã desta quinta-feira (8) o Leilão de Parceria Público Privada (PPP) de Iluminação Pública Porto Alegre, na B3, em São Paulo. O certame definirá a empresa vencedora da licitação, que vai gerir todo o parque de iluminação pública de Porto Alegre pelos próximos 20 anos, modernizando em 100% a rede. Oito grupos foram habilitados para a disputa, entre empresas e consórcio.
Começa na manhã desta quinta-feira (8) o Leilão de Parceria Público Privada (PPP) de Iluminação Pública Porto Alegre, na B3, em São Paulo. O certame definirá a empresa vencedora da licitação, que vai gerir todo o parque de iluminação pública de Porto Alegre pelos próximos 20 anos, modernizando em 100% a rede. Oito grupos foram habilitados para a disputa, entre empresas e consórcio.
Vencerá o leilão quem apresentar o maior deságio em relação ao valor máximo de contraprestação, de R$ 741,5 milhões, ao longo de todo o período de concessão.
O BNDES coordenou, em parceria com a Prefeitura de Porto Alegre, o desenvolvimento dos estudos de modelagem da PPP, com o apoio técnico do consórcio liderado pela Houer Modelagem de Projetos Públicos e Privados, juntamente com as empresas RSI Engenharia, Maciel Rocha Advogados e Albino Advogados Associados.
A assinatura do contrato deve ser feita no quarto trimestre deste ano, e os serviços estão previstos para começar no ano que vem. "O edital prevê a troca dos mais de 100 mil pontos de iluminação por lâmpadas de LED, o que vai gerar economia estimada em cerca de 50%", destaca o secretário municipal de Parcerias Estratégicas, Thiago Ribeiro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia