Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de agosto de 2019.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Violência

21/08/2019 - 15h12min. Alterada em 21/08 às 18h07min

Homem invade escola com machadinha no interior gaúcho e fere alunos

Polícia isolou a área da escola, após o ataque no começo da tarde que deixou seis feridos

Polícia isolou a área da escola, após o ataque no começo da tarde que deixou seis feridos


PATRICK VIEIRA/RÁDIO GAZETA DO JACUÍ/DIVULGAÇÃO/JC
Atualizada às 16h50min
Atualizada às 16h50min
Um homem armado com uma machadinha invadiu uma escola em Charqueadas, na Região Metropolitana de Porto Alegre e distante 50 quilômetros da Capital, atacando e ferindo seis alunos. Os feridos seriam quatro meninas e dois meninos do Instituto Estadual Assis Chateaubriand. A escola tem 700 alunos, em três turnos de aula.
Segundo a médica do hospital da cidade, Thahamatha Marques, que atendeu os adolescentes, com idades entre 13 e 16 anos, os ferimentos foram superficiais e sem gravidade. Todos foram medicados e já foram liberados.
O homem, que fugiu do local, atingiu um dos meninos pelas costas e outro na região do ombro. Duas das quatro meninas chegaram ao hospital com escoriações, enquanto as outras em pânico devido ao ataque.      
O vice-governador gaúcho, Ranolfo Vieira Júnior, foi à cidade. O Instituto Assis Chateaubriand fica na vila Piratini, na periferia de Charqueadas. A Brigada Militar, Polícia Civil e perícia científica estão mobilizados no caso. A Secretaria Estadual da Educação enviou a coordenação das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave) para apoiar a comunidade escolar.
O chefe de socorro do Corpo de Bombeiros Voluntários de Charqueadas, Maurício Naatz, conta que estudantes da escola relataram que um jovem chegou ao local com uma machadinha, no começo da tarde. O rapaz também estaria portando um galão com líquido supostamente inflamável. O jovem passou a golpear as pessoas. "A comunidade escolar está muito assustada", descreveu Naatz, que ajudou a socorrer os feridos.
A Brigada Militar de Charqueadas foi acionada às 13h15min e seguiu ao longo da tarde com as buscas ao jovem, que fugiu após o ataque. Os policiais estão no local e a área está cercada. Um adolescenrte foi apreendido e será ouvido pela Polícia Civil. O instituto teve as aulas suspensas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia