Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 08 de agosto de 2019.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

loterias

Alterada em 08/08 às 08h43min

Segundo sorteio da Mega-Sena dos Pais pode pagar R$ 2 milhões nesta quinta

A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 3,50

A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 3,50


Marcello Casal Jr/Agência Brasil/JC
Agência Brasil
A Caixa Econômica Federal realiza nesta quinta-feira (8) o segundo sorteio da Mega-Semana dos Pais. O concurso 2177 da Mega-Sena vai pagar prêmio estimado em R$ 2 milhões a quem acertar as seis dezenas sorteadas.
A Caixa Econômica Federal realiza nesta quinta-feira (8) o segundo sorteio da Mega-Semana dos Pais. O concurso 2177 da Mega-Sena vai pagar prêmio estimado em R$ 2 milhões a quem acertar as seis dezenas sorteadas.
Geralmente ocorrem dois concursos da Mega-Sena por semana: nas quartas-feiras e nos sábados. Na semana do dia dos pais, no entanto, serão três sorteios. O primeiro ocorreu na terça-feira (6) e pagou R$ 30 milhões a uma única aposta vencedora. O segundo, ocorrerá nesta quinta e, no sábado (10), haverá mais um sorteio.
A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 3,50. Quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio.
A Mega-Sena paga prêmios aos acertadores de 4, 5 ou 6 números sorteados, dentre as 60 dezenas disponíveis no volante de apostas.
Para concorrer ao prêmio milionário, o apostador deve marcar de 6 a 15 números, podendo deixar que o sistema escolha os números (Surpresinha) ou concorrer com a mesma aposta por 2, 4 ou 8 concursos consecutivos (Teimosinha).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia