Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 10 de julho de 2019.
Dia da Pizza.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

investigação

10/07/2019 - 09h22min. Alterada em 10/07 às 10h18min

Polícia Civil faz ação contra o tráfico de drogas na Vila Nazaré, em Porto Alegre

Ação cumpriu 55 mandados de busca e apreensão em residências do local

Ação cumpriu 55 mandados de busca e apreensão em residências do local


Jorge Felipe/Polícia Civil/divulgação/JC
A Vila Nazaré, na zona Norte de Porto Alegre, foi alvo de ação da Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (10). A operação investiga uma organização criminosa envolvida com tráfico de drogas, crimes patrimoniais e ameaças aos moradores da região. Foram cumpridos 55 mandados de busca e apreensão em casas do local, também com o objetivo de captura de foragidos.
A Vila Nazaré, na zona Norte de Porto Alegre, foi alvo de ação da Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (10). A operação investiga uma organização criminosa envolvida com tráfico de drogas, crimes patrimoniais e ameaças aos moradores da região. Foram cumpridos 55 mandados de busca e apreensão em casas do local, também com o objetivo de captura de foragidos.
A Vila Nazaré abriga moradores que estão sendo transferidos devido a obras de ampliação do aeroporto Salgado Filho. Cerca de das 1,3 mil famílias vivem no local. Recentemente, a retirada dos moradores da área foi parar na Justiça após ações do Ministério Público Federal (MPF), da Defensoria Pública da União (DPU), do Ministério Público Estadual (MP-RS) e da Defensoria Pública Estadual (DPE) contra a Fraport Brasil, concessionária que administra o aeroporto. 
A transferência das famílias começou no fim de junho para um dos residenciais erguidos com verbas do Minha Casa Minha Vida em projeto coordenado pela prefeitura. De acordo com a investigação, a realocação das famílias teria causado tensão entre moradores e a organização criminosa que domina o local.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia