Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 10 de julho de 2019.
Dia da Pizza.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança Pública

Edição impressa de 10/07/2019. Alterada em 09/07 às 21h20min

Estado tem menor número de homicídios desde 2011

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) estadual divulgou ontem dados animadores a respeito da violência no Rio Grande do Sul no primeiro semestre de 2019. Conforme a pasta, pela primeira vez, depois de nove anos, o Estado voltou a encerrar o primeiro semestre com menos de mil assassinatos - a última ocasião havia sido em 2011, com 870 vítimas.
A Secretaria da Segurança Pública (SSP) estadual divulgou ontem dados animadores a respeito da violência no Rio Grande do Sul no primeiro semestre de 2019. Conforme a pasta, pela primeira vez, depois de nove anos, o Estado voltou a encerrar o primeiro semestre com menos de mil assassinatos - a última ocasião havia sido em 2011, com 870 vítimas.
Entre janeiro e junho de 2019, foram registradas 962 mortes. Mesmo que ainda seja um número alto - 5,3 assassinatos por dia -, o dado representa queda de 24% em relação às 1.265 mortes do mesmo período do ano passado. A redução também aparece na leitura mensal. Enquanto junho de 2018 registrou 194 homicídios, no mês passado, em todo o Estado, houve 152 (-21,6%) - o menor número desde 2013, com 135 vítimas.
Notícias sobre segurança pública são importantes para você?
A redução nas vítimas da violência também foi percebida em Porto Alegre, onde os primeiros seis meses do ano contabilizaram 175 vítimas de assassinato, o mais baixo número para o período nos últimos 10 anos. Isolado, o mês de junho teve retração de 40,8% nos homicídios na Capital, passando de 44, no ano passado, para 26 em 2019.
"Os resultados mostram que estamos consolidando a reversão da criminalidade, em especial, a marca de voltar a ficar abaixo de mil homicídios no semestre, embora não nos deixem satisfeitos, pois ainda temos o que melhorar, os dados mostram que estamos no caminho certo", afirmou o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior.
A SSP também aponta queda no número de mulheres vítimas de violência. Os feminicídios consumados passaram de 55, nos seis primeiros meses de 2018, para 43 casos no mesmo período deste ano (-21,8%), enquanto as tentativas caíram de 194 para 184 ocorrências (-5,2%). Também foi registrada retração no total de ameaças (de 19.181 para 18.710) e de lesões corporais (de 11.144 para 10.635). O número de estupros teve quase 300 casos a menos - foram 977 nos primeiros seis meses do ano passado e 678 no primeiro semestre de 2019.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia