Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de janeiro de 2020.
Feriado nos EUA: Dia de Martin Luther King.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

Edição impressa de 17/06/2019. Alterada em 17/06 às 14h01min

Rio Grande do Sul tem média de doação de sangue acima da nacional

Campanha Bombeiro Sangue Bom mobilizou aprovados em concurso

Campanha Bombeiro Sangue Bom mobilizou aprovados em concurso


/WILSON CARDOSO/ABERGS/DIVULGAÇÃO/JC
Isabella Sander
Celebrado em 14 de junho, o Dia Mundial do Doador de Sangue foi de alegria no Hemocentro do Rio Grande do Sul, no bairro Partenon, em Porto Alegre. O local, que distribui bolsas de sangue a 40 hospitais gaúchos, alcançava, no final da tarde de sexta-feira, 180 candidatos à doação. "Tivemos um dia muito bom, acima da expectativa", comemora a coordenadora do serviço, Maristela Teixeira. O Estado registra uma média de doadores de sangue superior à nacional, com 2,4% da população gaúcha doando, ante 1,6% da população brasileira.
Celebrado em 14 de junho, o Dia Mundial do Doador de Sangue foi de alegria no Hemocentro do Rio Grande do Sul, no bairro Partenon, em Porto Alegre. O local, que distribui bolsas de sangue a 40 hospitais gaúchos, alcançava, no final da tarde de sexta-feira, 180 candidatos à doação. "Tivemos um dia muito bom, acima da expectativa", comemora a coordenadora do serviço, Maristela Teixeira. O Estado registra uma média de doadores de sangue superior à nacional, com 2,4% da população gaúcha doando, ante 1,6% da população brasileira.
Segundo Maristela, apesar de o Rio Grande do Sul ter um bom índice de doadores, manter esse percentual é um desafio constante. "Como o sangue tem validade, precisamos de doadores regulares, então é importante manter a cultura da doação", salienta. O concentrado de plaquetas, por exemplo, tem validade de uso em até cinco dias, enquanto o concentrado de hemácias tem validade de 35 dias.
As cerca de 150 mil doações registradas por ano no Hemocentro permitem uma média de 250 mil transfusões anuais, já que uma bolsa de sangue pode se transformar em até quatro unidades de hemocomponentes e fracionada conforme a demanda. Esta média é considerada suficiente para a demanda dos 40 hospitais atendidos. O sangue é usado principalmente em casos de hemorragia aguda, cirurgias de grande porte, cirurgias cardíacas e ortopédicas.
Entre os desafios para o bom funcionamento do Hemocentro, Maristela destaca a manutenção da constante capacitação dos servidores e a conscientização da população sobre a importância da doação. Para capacitar os servidores, o serviço conta com o Programa Anual de Capacitação, realizado em parceria com a Escola de Saúde Pública. Para conscientizar a sociedade gaúcha, uma equipe é destinada a organizar palestras sobre o assunto em locais como escolas, universidades, empresas e corporações da área da segurança pública. Uma van é disponibilizada para levar grupos interessados em doar sangue.
Uma das corporações a enviarem seus integrantes para participar do Dia Mundial do Doador de Sangue foi o Corpo de Bombeiros Militar. Dezenas de aprovados no último concurso participaram da campanha Bombeiro Sangue Bom e compareceram ao Hemocentro no dia 14 de junho. "Temos como missão salvar, em todos os momentos e da forma que for", justifica o coordenador-geral da Associação de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Abergs), Ubirajara Ramos.
Para a coordenadora do Hemocentro, doar sangue é importante porque "sangue não se fabrica". "O sangue é um tecido vivo, cuja única fonte é o ser humano. Quando trabalhamos com conscientização, tentamos passar muito essa mensagem", comenta. De acordo com Maristela, o Dia Mundial do Doador de Sangue é um momento especial para homenagear os doadores, que são considerados parceiros em todo o processo de transfusão.
ARTE JULIANO BRUNI/JC
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia