Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de junho de 2019.
Dia dos Namorados.

Jornal do Comércio

Geral

CORRIGIR

Infraestrutura

Edição impressa de 12/06/2019. Alterada em 11/06 às 21h21min

Conclusão de viaduto na ERS-040 atrasa e não tem previsão

Execução está em 55%, com fundações já finalizadas; próximas etapas são menos complexas

Execução está em 55%, com fundações já finalizadas; próximas etapas são menos complexas


/LUIZA PRADO/JC
Isabella Sander
Atrasada em função das chuvas ininterruptas das últimas semanas, a construção de um viaduto na interseção da ERS-040 com a ERS-118, em Viamão, não tem mais previsão de término. Em janeiro, a execução estava 35% concluída e a estimativa era que até junho os trabalhos fossem finalizados. Veio, porém, o período de chuvas e o cronograma, agora, está em reavaliação. O viaduto qualificará o fluxo de veículos entre a Região Metropolitana e praias do Litoral Norte.
A execução, agora, está em 55%. Foram concluídas as fundações do segundo lado do viaduto, que, após a concretagem, também passou pelo processo de cura, que levou 21 dias. Em nota, a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) informa que foram concluídas as etapas mais complexas, que são as fundações, sendo as próximas etapas de menor complexidade e tempo de duração.
Agora, serão executados os pilares deste segundo lado. Também estão em execução o muro de contenção da rua lateral, no sentido Porto Alegre-Litoral, bem como a galeria subterrânea de drenagem pluvial que passa sob a pista e o muro de terra armada do viaduto, em ambos os lados. Após a conclusão dessas etapas, faltará ainda a execução das vigas, da laje do viaduto e a finalização dos encontros em ambos os lados, assim como as ruas laterais.
A ordem de início da obra foi dada em junho do ano passado, com orçamento inicial em R$ 16 milhões. Durante a execução, houve uma reavaliação, com melhor aproveitamento de materiais, e o valor demandado baixou para R$ 13,6 milhões. A obra está sendo executada com recursos oriundos da praça de pedágio de Viamão.
O viaduto terá cerca de 500 metros de extensão, vão livre de 5,5 metros e pista dupla, já prevendo uma futura duplicação da ERS-040. "Com o ritmo dos trabalhos, esperamos entregar logo essa melhoria para os motoristas que se deslocam entre a Região Metropolitana e praias como Pinhal, Cidreira e Quintão", enfatiza o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella.
CORRIGIR