Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Chile

23/05/2019 - 09h24min. Alterada em 23/05 às 09h24min

Seis brasileiros morrem por acidente de gás no Chile

Turistas estavam de férias em um apartamento alugado

Turistas estavam de férias em um apartamento alugado


Karin Pozo / ATON CHILE / AFP/JC
O Itamaraty confirmou nesta quinta-feira (23) que seis turistas brasileiros morreram nessa quarta-feira (22) em Santiago, Chile, por inalação de gás. Os turistas estavam de férias em um apartamento alugado no centro da cidade. Relatos preliminares acrescentam que as vítimas são quatro adultos e dois menores.
O Itamaraty confirmou nesta quinta-feira (23) que seis turistas brasileiros morreram nessa quarta-feira (22) em Santiago, Chile, por inalação de gás. Os turistas estavam de férias em um apartamento alugado no centro da cidade. Relatos preliminares acrescentam que as vítimas são quatro adultos e dois menores.
Segundo o Itamaraty, o Consulado do Brasil soube com antecedência que os brasileiros estavam passando mal e alertou as autoridades locais. Porém, eles já estavam mortos, quando os bombeiros e paramédicos chilenos chegaram ao apartamento.
Rodrigo Soto, oficial da Polícia de Santiago, confirmou que recebeu um telefonema do Consulado Brasileiro alertando sobre o problema com os brasileiros hospedados em um apartamento no sexto andar de um prédio da cidade. Segundo ele, a causa da morte ainda é "uma questão para investigação". Acrescentou que "informações preliminares apontam para um vazamento de gás".
O bombeiro Diego Velasquez também confirmou que, quando os socorristas chegaram ao local, os brasileiros já estavam mortos. "Ainda não confirmamos as identidades deles. Pelo que foi observado, esse acidente deveu-se à ação do monóxido de carbono".  
O Itamaraty também informou que os familiares dos brasileiros já foram comunicados sobre o ocorrido.
Agência Brasil
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia