Porto Alegre, quinta-feira, 30 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 30 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Infraestrutura

- Publicada em 22h18min, 24/04/2019. Atualizada em 22h17min, 24/04/2019.

Trincheira da Anita Garibaldi será reaberta ao trânsito neste sábado

Previsão da prefeitura é de que os trabalhos na via sejam totalmente concluídos em junho

Previsão da prefeitura é de que os trabalhos na via sejam totalmente concluídos em junho


/LUIZA PRADO/JC
Isabella Sander
Depois de pouco mais de um mês fechada, a trincheira da rua Anita Garibaldi, Zona Norte de Porto Alegre, será reaberta para carros às 9h deste sábado, segundo a prefeitura. O fechamento para reparos faz parte do cronograma de obras, a fim de fazer algumas serviços de drenagem, raspagem, acabamento grosso, aplicação de selador e tinta antipichação. A previsão é que a conclusão total da construção ocorra em junho. A trincheira faz a passagem da Anita por baixo da avenida Carlos Gomes.
Depois de pouco mais de um mês fechada, a trincheira da rua Anita Garibaldi, Zona Norte de Porto Alegre, será reaberta para carros às 9h deste sábado, segundo a prefeitura. O fechamento para reparos faz parte do cronograma de obras, a fim de fazer algumas serviços de drenagem, raspagem, acabamento grosso, aplicação de selador e tinta antipichação. A previsão é que a conclusão total da construção ocorra em junho. A trincheira faz a passagem da Anita por baixo da avenida Carlos Gomes.
O clima no canteiro de obras da trincheira da Anita é de finalização. A passagem está fechada, com sinalização luminosa e bloqueios, mas, para leigos, parece não haver mais nada a fazer na construção. Entretanto, há. Operários, munidos de dois tratores, um caminhão e um contêiner com abastecimento de água, trabalham para encerrar os ajustes. Ainda há montes com tábuas, tocos, canos, pedras, areia e brita, bem como algumas vigas, a serem usados na trincheira.
Apesar de serem pequenos detalhes, a interrupção do fluxo de trânsito ocorreu para garantir a segurança dos trabalhadores da obra e dos motoristas que trafegam na região. Mesmo após a liberação para tráfego, o desvio da obra através das ruas Furriel Luiz Antonio de Vargas e Alameda Raimundo Correa seguirá aberto, como mais uma alternativa de deslocamento no sentido Centro/bairro.
Além dos reparos, a conclusão da trincheira ainda depende de trabalhos em andamento referentes ao alargamento da via e à construção de um muro para o condomínio Província de Shiga, localizado no entorno. A obra está 97% executada.
A construção da trincheira da Anita faz parte das execuções previstas ainda para a Copa do Mundo de 2014 na Capital. As obras sofreram três paralisações desde o início de sua construção, em janeiro de 2013, já com atraso, uma vez que o cronograma inicial estimava o começo dos trabalhos para junho de 2012. O valor total da trincheira, com 210 metros de extensão, é de R$ 11 milhões.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO