Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 15 de abril de 2019.
Dia Nacional da Conservação do Solo. Dia Mundial do Desenhista.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Patrimônio

Alterada em 15/04 às 19h21min

Smams define prazo de entrega do Largo dos Açorianos para final de maio

Restando a conclusão de 15% das obras, prefeitura estabeleceu novo prazo de conclusão para licitante

Restando a conclusão de 15% das obras, prefeitura estabeleceu novo prazo de conclusão para licitante


MARCO QUINTANA/JC
Matheus Closs
A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) definiu para o final de maio o prazo para conclusão da obra do Largo dos Açorianos, cartão postal porto-alegrense localizado no Centro Histórico. A prorrogação atende a solicitação realizada no final de março pela Elmo Eletro Montagens, única empresa classificada no processo licitatório para a obra de revitalização. 
O pedido de adiamento foi feito em função do esgotamento da capacidade da empresa em cumprir o cronograma de obras. Após análise legal e técnica, a Smams concedeu o acréscimo de 60 dias para finalização por não haver segundo colocado para o processo licitatório, o que impediria uma eventual convocação de outra empresa para dar continuidade aos trabalhos sem que seja realizado novo processo de licitação.
Atualmente, estão por serem finalizadas menos de 15% das intervenções em todo o complexo dos Açorianos, numa área total de 18 mil m². As etapas de restauração da Ponte de Pedra e do Monumento aos Açorianos já foram terminadas. Restam concluir as arquibancadas do Espelho d'água 1 (onde está localizada a ponte), pavimentação, instalações elétricas, iluminação pública, plantio de grama e colocação de equipamentos como paraciclo, lixeiras e fradinhos. A Smams afirma que  fará o controle semanal de produtividade das obras.
"Foram emitidas sete notificações apontando irregularidades no cumprimento do contrato, as quais encontram-se em análise da defesa apresentada pelo empreendedor. Lamentamos o atraso, mas a cidade vai receber um singular espaço com passeios, esplanadas, bancos, escadarias e arquibancadas, além dos espelhos d'água”, explica o secretário da Smams, Maurício Fernandes.
Iniciada em janeiro de 2016, com previsão de entrega para outubro do mesmo ano, a obra de teve o primeiro adiamento para julho de 2017. Após, já sob o serviço da empresa licitante, seguiu sendo protelada: para fevereiro de 2018, depois para junho, na sequência para dezembro de 2018 e, por fim, março deste ano. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia