Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019.
Dia Nacional do Livro Didático. Dia do Agente Fiscal da Receita Federal.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Acidente

27/02/2019 - 13h50min. Alterada em 27/02 às 13h50min

Resgate de maquinista ferido em colisão de trens segue há seis horas

Equipe de bombeiros trabalha dentro da composição, afastando as ferragens

Equipe de bombeiros trabalha dentro da composição, afastando as ferragens


Tânia Regô/AgênciaBrasil/JC
Agência Brasil
As equipes do Corpo de Bombeiros seguem há seis horas no trabalho de resgate do maquinista preso às ferragens após o choque de dois trens da Supervia, na estação de São Cristóvão, no centro do Rio de Janeiro, hoje (27), às 6h55min. O maquinista esta lúcido e respira com a ajuda de aparelhos.
Neste momento, uma equipe trabalha dentro da composição, afastando as ferragens com desencarceradores hidráulicos, e outra do lado externo, cortando ferragens com auxílio de aparelho de oxiacetileno, uma espécie de maçarico.
Em nota, a SuperVia lamentou o acidente e informou ?que já instaurou uma comissão de sindicância que terá 30 dias para apurar as causas da colisão?.
Segundo a concessionária, os dois trens envolvidos no acidente são equipados com o ATP (Automatic Train Protection), equipamento que reforça o sistema de sinalização dos trens e da via. Ou seja, verifica se a velocidade do trem é compatível com a permitida pela sinalização. No momento do acidente, um trem chegava à estação de São Cristóvão, enquanto o outro estava parado na plataforma.
Por causa do acidente, os trens do ramal Deodoro seguem com intervalos irregulares e não estão parando na estação Praça da Bandeira, no sentido Deodoro, e na estação São Cristóvão, no sentido Central do Brasil.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia