Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

gente

Alterada em 13/02 às 14h09min

Ministro Dias Toffoli lamenta em nota morte do jornalista Ricardo Boechat

Em nota, Toffoli prestou condolências aos amigos, familiares e às empresas as quais Boechat trabalhou

Em nota, Toffoli prestou condolências aos amigos, familiares e às empresas as quais Boechat trabalhou


MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL/JC
Estadão Conteúdo
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, divulgou na tarde desta segunda-feira (11), nota em que lamenta a morte do jornalista Ricardo Boechat, vítima de acidente aéreo. Boechat estava em um helicóptero que caiu no quilômetro 7 do Rodoanel, próximo ao acesso à Rodovia Anhanguera, próximo a chegada a São Paulo, em cima de um caminhão.
"A imprensa e a sociedade brasileira estão em luto pela perda desse excelente profissional que com dinamismo e versatilidade levava a notícia aos públicos mais diversos, seja para quem o lia na coluna da revista IstoÉ, seja para quem o ouvia na rádio ou o assistia nos telejornais da Band", escreveu Toffoli.
"Presto minhas sinceras condolências à família, aos amigos e às empresas para as quais trabalhou ao longo de quase meio século de jornalismo", disse o presidente do Supremo na nota.
Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave caiu em cima de um caminhão que trafegava pela via, no sentido interior, próximo à praça do pedágio.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia