Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Incêndio

Alterada em 17/12 às 18h44min

Refinaria de Manguinhos: incêndio foi controlado e não há vítimas

Incêndio atinge Refinaria de Manguinhos, na zona norte do Rio.

Incêndio atinge Refinaria de Manguinhos, na zona norte do Rio.


TOMAZ SILVA/AGÊNCIA BRASIL/JC
Estadão Conteúdo
O incêndio atingiu a área de descarga e recebimento de matéria-prima da Refit (antiga Refinaria de Manguinhos) já está controlado, informou na tarde desta segunda-feira (17) a empresa. Não houve vítimas. A empresa informa ainda que abrirá uma sindicância interna para apurar todas as causas que levaram a esse incidente.
"Em razão da rápida ação da brigada de combate a incêndio da Refinaria, o fogo ficou limitado a região onde se encontravam os caminhões que estavam descarregando", afirma a empresa. A prioridade, acrescenta, foi impedir que o fogo se alastrasse para áreas de maior risco, como as áreas de armazenagem e de produção.
Segundo a Refit, o fogo, iniciado em um único caminhão, em questão de minutos atingiu as demais carretas, que se encontravam próximas ao local. "Assim não havia outro procedimento a ser adotado a não ser permitir que todo o produto que existia nos caminhões se exaurisse através das chamas. Com isso, a prioridade de nossa brigada de incêndio foi em evacuar as instalações e impedir o alastramento do fogo", explica.
O motorista Nilson Altamiranda, que deixou a refinaria há pouco, confirmou que o incêndio começou após a explosão de um caminhão que descarregava nafta e se alastrou por outros cinco caminhões. Segundo ele, mais de 30 veículos foram retirados do local e a expectativa é que a área fique fora de operação pelas próximas semanas.
Por volta das 15h30, familiares de funcionários da Refit começaram a chegar ao local em busca de informações. De acordo com Amalia Cuchinelli, o irmão Tiago Barbosa silva trabalha na área elétrica e costuma se comunicar com a família no horário do almoço. Após os apelos da família ele veio até a portaria, mas não deu outras informações.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia