Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018.
Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

justiça

Edição impressa de 10/12/2018. Alterada em 10/12 às 01h00min

Gaúcho preside o Conselho dos Tribunais de Justiça

Pela primeira vez, um magistrado gaúcho presidirá o Conselho dos Tribunais de Justiça do Brasil. O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS), desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, foi eleito e já tomou posse para o mandato de dois anos na função.
A escolha do nome aconteceu na noite de sexta-feira, no encerramento do 115º Encontro do Conselho dos Tribunais de Justiça, realizado no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, em Florianópolis. Duro sucede ao desembargador Pedro Carlos Bitencourt Marcondes, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.
Promovido a desembargador em 2002 e eleito presidente do TJ-RS para o biênio 2018/2019, Duro defende que a prestação jurisdicional tem de ser célere e eficiente. Para isso, na sua visão, concorre o trabalho dos magistrados e dos servidores, aos quais atribui igual importância. O TJ-RS foi o único tribunal estadual de grande porte a ter 100% de eficiência no Índice de Produtividade Comparada (IPC-Jus) no Relatório Justiça em Números de 2018 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia