Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de dezembro de 2018.
Dia Mundial da Propaganda.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Trânsito

04/12/2018 - 12h53min. Alterada em 04/12 às 18h54min

Veículos têm placas furtadas no Centro Histórico de Porto Alegre

Pelo menos oito veículos tiveram suas identificações retiradas na rua dos Andradas

Pelo menos oito veículos tiveram suas identificações retiradas na rua dos Andradas


SILVIA HICKMANN/DIVULGAÇÃO/JC
Lívia Rossa
Uma cena inusitada chamou atenção no Centro Histórico de Porto Alegre na manhã desta terça-feira (4). Pelo menos oito carros que passaram a noite estacionados na rua dos Andradas, na área Militar da Capital, tiveram as placas dianteiras furtadas durante a madrugada. Também foram registrados furtos em ruas próximas, como a General Portinho.
Os proprietários dos veículos levaram um susto ao perceberem o ocorrido. A estudante Brenda Monteiro conta que estacionou seu carro na Andradas por volta das 18h dessa segunda-feira (3) e só viu que a placa havia sido furtada na manhã desta terça. "Cheguei em casa às 23h dessa segunda e a placa ainda estava lá", afirma a jovem, ressaltando que nenhuma placa traseira havia sido retirada, somente as dianteiras.
Moradores e vendedores dos arredores não presenciaram o ocorrido. O comerciante César Moraes, que tem um restaurante próximo ao ponto onde ocorreram os furtos, diz que o problema de iluminação na rua, agravado após o último temporal que derrubou postes de luz na rua, contribui para atos de vandalismo. Na semana passada, carros foram riscados no local, conta Moraes.
A 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP), na rua Riachuelo, recebeu a maior parte das queixas. Ao menos sete pessoas já haviam feito boletim até o fim da manhã, de acordo com o comissário Márcio Porzelski. O caso intriga funcionários da DP por se tratar de um furto incomum, já que apenas uma das placas foi violada, e, segundo Porzelski, em furtos ocasionados para fins criminosos (como clonagem) geralmente são retiradas as duas placas.
As identificações dianteiras costumam ser mais danificadas por condições naturais, e por isso podem ser arrancadas com maior facilidade. No caso das placas traseiras, é necessária solicitação no Departamento de Trânsito de Porto Alegre (Detran) para a troca.
A hipótese inicial é de que o caso se trate de vandalismo. A 17ª Delegacia de Polícia deve verificar as câmeras de segurança da região para descobrir se há registro de suspeitos. A Brigada Militar também foi informada sobre o ocorrido. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia