Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 20 de novembro de 2018.
Dia Nacional da Consciência Negra. Dia Universal das Crianças.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

saúde

19/11/2018 - 18h18min. Alterada em 19/11 às 18h18min

Temer: nenhum município ficará 'desprovido' após saída de Cuba do Mais Médicos

Estadão Conteúdo
O presidente Michel Temer prometeu nesta segunda-feira, 19, que nenhum município ficará "desprovido" após a saída de Cuba do programa Mais Médicos e que não haverá ausência de profissionais em cidades brasileiras.
Durante evento da Confederação Nacional dos Municípios, em Brasília, o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, anunciou a publicação de um edital a ser lançado nesta terça-feira (20) para preencher cerca de 8,5 mil vagas de médicos cubanos que já deixaram ou vierem a deixar o Brasil.
Durante seu discurso, Temer afirmou que a atitude do governo "vai dar emprego a mais de 8 mil médicos brasileiros e não vai deixar desprovido nenhum município brasileiro".
"Vocês verão que não haverá, quando as vagas se verificarem, não haverá ausência porque imediatamente será preenchido por médicos com CRM brasileiro, ou médicos com CRM obtido no estrangeiro, ou ainda com médicos estrangeiros com CRM brasileiro", disse o presidente.
Ao citar o lançamento do edital como uma das medidas de sua gestão, Temer declarou que o governo é de uma "rapidez extraordinária".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia