Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 24 de outubro de 2018.
Dia das Nações Unidas - ONU.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança pública

Edição impressa de 24/10/2018. Alterada em 23/10 às 23h31min

Penitenciária em Porto Alegre começa a receber presos

A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP) informou ontem que a Penitenciária Estadual de Porto Alegre (Pepoa) começou a receber os primeiros detentos. Desde segunda-feira, 70 presos foram transferidos à unidade, e uma nova leva será encaminhada no decorrer da próxima semana.

A Pepoa está dividida em três alas, chamadas de "módulos de vivência" pela SSP. Os dois primeiros correspondem aos espaços que, até a metade deste ano, funcionavam como centros de triagem para presos provisórios. Agora, esses dois espaços fazem parte da penitenciária, e serão destinados a apenados considerados de menor potencial ofensivo. Além disso, parte das celas também atenderá presos provisórios ou em trânsito, para participação de audiências judiciais. O terceiro módulo é maior, dividido em duas galerias. Ao todo, 624 vagas são oferecidas na casa prisional.

De acordo com a SSP, os presos conduzidos à Pepoa são, preferencialmente, condenados oriundos do Presídio Central de Porto Alegre. Pessoas detidas nos antigos centros de triagem também estão sendo encarceradas na nova unidade.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia