Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de agosto de 2018.
Dia Nacional do Combate ao Fumo.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

Edição impressa de 29/08/2018. Alterada em 29/08 às 01h00min

Brasil tem população mais deprimida da América Latina

Estadão Conteúdo

Um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que o Brasil tem a população mais deprimida da América Latina. Realizado em 2017, o relatório apresenta números alarmantes - inclusive, para as empresas. Segundo a OMS, mais de 75 mil pessoas foram afastadas dos empregos durante o ano passado em função da doença, causando prejuízos milionários.

Estima-se que, nos próximos três anos, a depressão se torne a enfermidade mais incapacitante do planeta, com perdas de US$ 1 trilhão, em escala global. Em muitos casos, o problema é mascarado ou ignorado por gestores de recursos humanos e CEOs.

Em outro estudo, da empresa de auditoria IMS Health, está registrado que os gastos dos brasileiros com remédios antidepressivos e ansiolíticos (contra a ansiedade) atingiram, em 2017, a marca de
R$ 2,6 bilhões. Apesar da crise econômica que atingiu o País nos últimos anos, o mercado desses medicamentos não caiu.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia