Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 10 de agosto de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Investigação

Alterada em 10/08 às 12h06min

PF prende dono de corretora de valores suspeito de lavagem de dinheiro no Rio

Folhapress
A Polícia Federal prendeu na manhã desta sexta-feira (10) o empresário João Paulo Julio de Pinho Lopes, responsável pela corretora Advalor. Ele é suspeito de participar da lavagem de dinheiro de propina a agentes públicos.
Pinho Lopes foi apontado como responsável pelos crimes em delação premiada do ex-subsercretário de Transportes Luiz Carlos Velloso, preso na Operação Tolypeutes, que apurou o pagamento de propina na construção da linha 4 do metrô do Rio de Janeiro.
Velloso afirmou que a Advalor era a responsável por operacionalizar o recebimento de propina pelo deputado Julio Lopes (PP-RJ), que foi secretário de Transportes na gestão Sérgio Cabral (MDB). A corretora de valores também já havia sido citada nas investigações contra o ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco. O juiz Marcelo Bretas autorizou a prisão preventiva do investigado, sem prazo para terminar.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia