Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de junho de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Questão Fundiária

20/06/2018 - 17h36min. Alterada em 20/06 às 17h40min

Incra decide revogar resolução que reduzia área do Quilombo Mesquita

Agência Brasil
O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) decidiu hoje (20) revogar a resolução que permitiria a redução do território do Quilombo Mesquita, situado na Cidade Ocidental (GO), a cerca de 50 quilômetros de Brasília. 
De acordo com a Resolução nº 12, publicada no mês passado, o Conselho Diretor do Incra aprovou um requerimento de redução de 4,2 mil para 971,4 hectares na área onde vivem os remanescentes de quilombolas.
Segundo a assessoria de imprensa do Incra, a decisão de revogar a redução do território foi tomada na manhã desta terça-feira depois que a autarquia foi notificada pelo Ministério Público Federal e enquanto o Conselho Diretor da Instituição rediscutia a questão do quilombo.
O MPF de Goiás argumentou que a resolução do Incra desconsidera os relatórios estudos feitos pelo próprio órgão e ignorava a vontade da maioria da comunidade. Os quilombolas temiam que a redução em quase 80% do território pudesse gerar um efeito precedente para outras comunidades do país.
A nova resolução com a exclusão dos artigos referentes à possibilidade de redução do quilombo será publicada na edição de amanhã (21) do Diário Oficial da União.
O Quilombo do Mesquita, comunidade bicentenária situada a 50 quilõmetros de Brasília
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia