Victória Paz

A ideia é compartilhar informações com petshops, planos de saúde e oferecer agendamentos

Aplicativo pretende solucionar problemas na gestão da saúde dos pets

Victória Paz

A ideia é compartilhar informações com petshops, planos de saúde e oferecer agendamentos

Programação e pets sempre estiveram presentes na vida de Matheus Frozzi, CEO da Mocka, empresa de tecnologia focada no desenvolvimento de aplicativos e sites. Mas foi através de um programa de estudos da Apple, em 2015, que o empresário deu início à produção da primeira versão do Flockr. Inspirado na palavra matilha, em inglês, e na rede social Flickr, o aplicativo foi lançado este mês.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Programação e pets sempre estiveram presentes na vida de Matheus Frozzi, CEO da Mocka, empresa de tecnologia focada no desenvolvimento de aplicativos e sites. Mas foi através de um programa de estudos da Apple, em 2015, que o empresário deu início à produção da primeira versão do Flockr. Inspirado na palavra matilha, em inglês, e na rede social Flickr, o aplicativo foi lançado este mês.
Por trás do projeto, está um time composto por nove profissionais de design, programação e marketing. "Nossos maiores desafios são técnicos, é difícil manter a equipe", expõe o empresário. Os processos da Mocka não foram prejudicados durante o isolamento social, que serviu, inclusive, de inspiração. "O home office foi ótimo e natural porque somos uma empresa digitalizada. Nosso sistema não dependia do presencial, mas, antes, íamos trabalhar por ser algo tradicional", diz.
A ideia do Flockr consiste em criar uma plataforma que fosse muito mais do que apenas uma rede social, mas algo funcional, que fizesse parte da gestão de saúde para os pets. "As pessoas não lembram quando seus animais precisam tomar algum medicamento, então percebemos que tinha um déficit de mercado aí", conta o programador. "Pensamos em criar um aplicativo que ajudasse os donos de petshops e que estivesse junto das redes sociais para trazer uma interatividade", detalha.
O Flockr é um aplicativo que proporciona aos tutores de pets uma nova forma de acompanhar o estado de saúde dos animais. Ao acessar, é possível conferir dados como o histórico de peso, carteira de vacinação, agenda de visitas ao veterinário e petshops, histórico de informações médicas e lembretes de tosa, banho, vermífugo e remédios. Além disso, pode ser utilizado como um Instagram para pets.
Matheus afirma que qualquer espécie de animal pode se cadastrar no aplicativo, principalmente por ser disponibilizado em outros países. "Já tivemos cavalo, gambá, porquinho da índia e dragão-de-komodo cadastrados", conta. "Se você está na fazenda e precisa saber dos medicamentos do seu cavalo, pode usar sem limitações", acrescenta.
Para obter o aplicativo, é necessário acessar o site flockr.social/download. O Flockr também está presente no Instagram (@flockrapp) e no Facebook. O login é feito com o cadastro de dados do dono do pet e do animal. A cada download, um real é doado para a ONG Patas Dadas. A meta é chegar a R$ 5 mil. "Ao invés de usar esse dinheiro fazendo anúncios, a gente resolveu investir numa ONG. Assim, eles também vão ajudar a divulgar nosso aplicativo", ressalta o CEO.
Em relação ao futuro, a ideia é compartilhar informações com petshops, planos de saúde e oferecer agendamentos. "Queremos adquirir novos usuários e conseguir moldar o app com base no que os clientes estão acessando. Entender quais são suas necessidades e criar ferramentas que vão ajudar no dia a dia é fundamental", relata. "Gostaríamos também de monetizar para trazer novas funcionalidades para os usuários", completa.
De acordo com Matheus, o mercado pet cresce anualmente na casa de dois dígitos. "O número de pessoas que adota e compra pets, além de consumir conteúdos relacionados, é muito grande", conta. O objetivo, nesse contexto, é ser o melhor aplicativo para donos de pets e com as melhores soluções para a gestão de saúde. "Nossas campanhas de marketing, desenvolvimento e design são naturais e acabam virando um hobby", garante o empresário.
Victória Paz

Victória Paz - estagiária do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Victória Paz

Victória Paz - estagiária do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário