Isadora Jacoby

Em funcionamento há quatro dias, o Apoia Local está presente em cinco estados e mais de 30 cidades do País

Startup gaúcha cria aplicativo que mapeia e conecta negócios locais a clientes

Isadora Jacoby

Em funcionamento há quatro dias, o Apoia Local está presente em cinco estados e mais de 30 cidades do País

Identificar as necessidades de mercado e criar soluções é peça-chave para empreender, ainda mais neste momento, em que as demandas mudam a cada dia. Guilherme Fraga e Thiana Pinto, fundadores da startup Poa na rua, sentiram na prática a dificuldade de consumir de negócios locais e criaram uma maneira de viabilizar esse contato entre empreendedores e clientes. O aplicativo Apoia Local foi lançado no último sábado, 27, e já tem mais de 200 empreendimentos cadastrados em cinco estados e mais de 30 cidades do País.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Identificar as necessidades de mercado e criar soluções é peça-chave para empreender, ainda mais neste momento, em que as demandas mudam a cada dia. Guilherme Fraga e Thiana Pinto, fundadores da startup Poa na rua, sentiram na prática a dificuldade de consumir de negócios locais e criaram uma maneira de viabilizar esse contato entre empreendedores e clientes. O aplicativo Apoia Local foi lançado no último sábado, 27, e já tem mais de 200 empreendimentos cadastrados em cinco estados e mais de 30 cidades do País.
No início da pandemia, a dupla colocou no ar o Bora!, um market place para expositores de feiras de rua. A partir do lançamento, que aconteceu em março, outros empreendedores procuraram a startup a fim de divulgarem seus serviços e produtos por lá. “Começamos a receber muito contato de outros tipos de empreendedores. Prestadores de serviço, pessoas que vendiam comidas congeladas, floriculturas. Pensamos em como incluir eles no Bora, porque aquele espaço é focado em expositores de feiras de rua, e não queríamos confundir”, contextualiza Thiana. O casal ficou maturando a ideia e catalogando todas as pessoas que entraram em contato. Foi a partir de duas situações que viveram que surgiu o conceito do Apoia Local.
“Um dia, no início de abril, estávamos trabalhando e não tínhamos almoçado ainda. Entramos nos apps e pesquisamos se tinha alguma comida congelada, algo para colocar no forno, e não achamos nada. Tinha certeza que alguém devia estar vendendo comida congelada aqui por perto. Procurei no Google, não encontrei. Coloquei no grupo do condomínio, ninguém me respondeu. Ficou aquela pulga", conta Thiana. Dias depois, Guilherme precisou ir ao dentista e o casal teve, novamente, dificuldade para encontrar um profissional nas redondezas. "Nesse momento, o Guilherme me disse: 'se a gente queria saber quem estava oferecendo serviços aqui do nosso lado, por que não mapearmos essas pessoas?'”, relata Thiana. Assim, nasceu o Apoia Local.
Os empreendedores podem se cadastrar gratuitamente no aplicativo. Segundo Thiana, o processo é rápido e exige o mínimo de informações para colocar o pin do negócio do mapa. Ao clicar na localização do negócio, o usuário tem acesso a imagens do estabelecimento, resumo com informações, além de dois botões: um que direciona para as redes sociais do local e outro que permite contato direto via WhatsApp. Além da versão gratuita, o empreendedor pode pagar uma taxa de R$ 19,90 por mês para ter mais destaque na plataforma. 
Thiana conta que, antes do lançamento, foi feita uma pesquisa de mercado onde eles concluíram que era um desejo de clientes e de empreendedores realizar o contato de forma mais direta, sem intermédio de aplicativos. “O que nos chamou muito a atenção foi uma insatisfação geral da galera que trabalha com os grandes players do mercado de entrega. Os empreendedores relatavam que se cadastravam, pagavam para entrar, porcentagem em cada pedido, mensalidade, e, mesmo assim, não tinham visibilidade. Sentíamos essa dor muito forte neles", expõe Thiana, explicando que esse foi um dos nortes na hora de criar o app. "Tinha uma barreira invisível entre o desejo de apoiar o comércio local e pegar o carro e ir em uma grande rede de lojas fazer compras. A impressão que dava era que todo mundo queria apoiar o local, mas não estava conseguindo na prática", pondera.
Em poucos dias de funcionamento, os sócios comemoram os mais de 600 downloads do app e os 200 empreendimentos cadastrados. Desses, 20% aderiram a taxa paga para obter mais destaque na plataforma, que já recebeu propostas de agências de publicidade. "Nós também não estávamos confortáveis. A pandemia nos pegou de surpresa, todos nossos contratos foram adiados. É um momento difícil, que tem toda a questão de saúde, que estamos muito preocupados, mas tem a questão econômica, que também nos atingiu. Então esse sucesso não tem preço, estamos bem contentes", comemora Thiana. O Apoia Local, ainda, é a ferramenta do Supera, portal criado pelo Pacto Alegre em parceria com Ufrgs, Pucrs, Sebrae e Sindilojas para apoiar pequenos negócios durante a crise. 
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário