Luka Pumes

A Zappa usa coloração natural e algodão orgânico certificado em suas peças

Jornalista cria marca de moda infantil com tecidos orgânicos

Luka Pumes

A Zappa usa coloração natural e algodão orgânico certificado em suas peças

A missão de colocar o bem-estar das crianças e do planeta em primeiro lugar. Esse é o comprometimento da Zappa Moda Infantil Orgânica, marca recém-lançada em Porto Alegre. A responsável pelo projeto é a jornalista pós-graduada em Marketing de Moda Elis Martini.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

A missão de colocar o bem-estar das crianças e do planeta em primeiro lugar. Esse é o comprometimento da Zappa Moda Infantil Orgânica, marca recém-lançada em Porto Alegre. A responsável pelo projeto é a jornalista pós-graduada em Marketing de Moda Elis Martini.
Antes de decidir empreender, a jornalista morou alguns anos em São Paulo, onde trabalhou em revistas de moda da Editora Abril e cobriu edições do maior evento do segmento no País, o São Paulo Fashion Week. Para Elis, permear por estes ambientes foi preponderante para sua vontade de investir no ramo.
"Resolvi fazer o curso técnico de moda do Senac para aprofundar meus conhecimentos. Nessa época, participei do Empreenda!, um concurso de planos de negócio entre os alunos dos cursos técnicos de todas as unidades do Senac do estado de São Paulo, e meu projeto para uma marca de moda infantil sustentável foi premiado. Foi aí que surgiu a ideia da Zappa", conta Elis.
As peças, voltadas ao público infantil, são feitas de algodão orgânico certificado e custam de R$ 69,99 a R$ 139,99. As cores, consideradas alegres pela empreendedora, são obtidas a partir de processos artesanais que utilizam plantas e sementes para coloração. O verde vem da erva-mate, o laranja, do urucum, o roxo, do pau-campeche e o azul vem do índigo. O processo é resultado de estudos sobre o mercado de moda ecológica, seus processos e fornecedores, bem como da importância que Elis dá ao tema.
Francine de Mattos/Divulgação/JC
"Pesquisei e pesquiso muito sobre esse mercado. Ao voltar para Porto Alegre, decidi tirar a Zappa do papel. No início deste ano, estava tudo pronto para colocar a marca no mercado, mas veio a pandemia. Minha ideia inicial foi adiar o lançamento até o final dela, mas depois percebi que vai demorar para voltarmos às nossas vidas normais, se é que isso vai acontecer", analisa a empreendedora.
O lançamento da marca, por enquanto, ficou somente para o e-commerce, com divulgação e vendas feitas de forma on-line, com entregas grátis para Porto Alegre e para compras acima de R$ 199,00. "Tudo para oferecer facilidade para que as pessoas fiquem em casa e comprem com segurança", enfatiza Elis.
RICARDO TOSCANI/DIVULGAÇÃO/JC
Luka Pumes

Luka Pumes - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Luka Pumes

Luka Pumes - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário