Miltinho Talaveira e Bruna Paulin estão à frente da Corrente do Bem

Dupla de comunicadores lança serviço de consultoria focado em boas ações para clientes de pequeno e médio porte


Miltinho Talaveira e Bruna Paulin estão à frente da Corrente do Bem

Na hora da crise, a maioria dos empresários reage "passando a faca" em seus custos, cortando inicialmente serviços como os de comunicação, acreditando que este tipo de economia será a atitude correta. Porém, neste momento, são as empresas que estão investindo em profissionais da área que estão conseguindo reverter cenários negativos, tanto por aumentar a proximidade com clientes, quanto com a produção de ações criativas e inusitadas.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Na hora da crise, a maioria dos empresários reage "passando a faca" em seus custos, cortando inicialmente serviços como os de comunicação, acreditando que este tipo de economia será a atitude correta. Porém, neste momento, são as empresas que estão investindo em profissionais da área que estão conseguindo reverter cenários negativos, tanto por aumentar a proximidade com clientes, quanto com a produção de ações criativas e inusitadas.
A jornalista Bruna Paulin e o publicitário Miltinho Talaveira se reuniram e estão desenvolvendo uma “Corrente do Bem”, uma maneira de orientar, acalmar e apresentar alternativas a marcas que não possuem um profissional de comunicação em sua equipe.
A iniciativa foi pensada, em um primeiro momento, para ajudar amigos, indicando projetos e atividades que eles acharam interessantes, além de divulgar clientes e outros empreendimentos que neste momento, por serem pequenos, precisam de destaque. A dupla iniciou um mapeamento de pequenos negócios e oferece gratuitamente uma consultoria e análise inicial de pequenas ações. Depois, se o cliente tem interesse, pode contratar os serviços sugeridos.
“Cada negócio no momento necessita de um ou mais serviços e muitos estão perdidos e até desesperados”. É possível ser criativo e se conectar com as pessoas com ferramentas acessíveis, sem precisarmos construir projetos que não fazem mais parte da realidade que estamos vivendo. A honestidade, a “cara limpa”, são posicionamentos que serão cada vez mais cobrados das marcas pelo público. “A ideia é realmente poder ajudar e alavancar boas iniciativas, empresas que acreditem que é possível mesmo em tempos de crise fazer o bem e crescer ao mesmo tempo", contam.
A ideia surgiu quando Bruna convidou Talaveira para uma ação de relacionamento inusitada: Ao invés do tradicional “recebido” (presentes e amostras que as empresas e marcas enviam a influenciadores para divulgação de produtos e serviços), a assessora de comunicação do restaurante Suprem, especializado em gastronomia vegetariana indiana, propôs ao formador de opinião que ele escolhesse alguém, que estivesse em ação na rua, para ser presenteado com um almoço. “O que de melhor podemos fazer neste momento tão tenso se não nos conectarmos com as pessoas? Por isso, ao invés do tradicional momento “recebidos” para divulgar o delivery, estamos convidando os influencers a enviarem de presente refeições para pessoas que não podem ficar em casa neste momento, como profissionais de saúde”, revela.
“Convidei o Miltinho para presentear um amigo, enviando comida como uma forma de carinho e amor. Pensando em uma boa ação, mas também analisando a realidade do nosso mercado no momento - os influenciadores estão recebendo tanto delivery em casa que certamente acaba ocorrendo desperdício, não dão conta de tudo. E também, qual a diferença entre a entrega de X ou Y na mesa de alguém que sem dúvida tem o que comer, enquanto tantos estão passando fome”?
O publicitário presenteou um enfermeiro que trabalha no Hospital de Clínicas, que por sua vez, teve a oportunidade de presentear uma amiga da mesma área. A ação “Espalhe Amor” segue buscando grupos de profissionais que estão na linha de frente neste momento, como uma homenagem e agradecimento.
"Provoquei e convidei outros influencers e profissionais da área de relacionamento, para que mais empresas tenham atitudes parecidas, espero que todos possam de alguma maneira criar ações que estimulem a empatia", afirma o publicitário. Outras empresas e comunicadores já aderiram à ideia.
“Esta foi a maneira que encontramos de ajudar de alguma forma compartilhando nosso conhecimento, fazendo boas ações e também aquecendo o mercado”. O nome “Corrente do Bem” surge inspirado claramente na construção de uma rede de apoio e boas ações e também na junção das iniciais dos comunicadores - “juntos fazemos o B e M”. A dupla está conectada all day, all time em seus perfis de Instagram onde eles começam o contato com as empresas/marcas para darem início a cada ação desta corrente. 

Deixe um comentário