Rafael Dal Molin
Rafael Dal Molin

Franquia home office: opção viável para quem deseja empreender

Rafael Dal Molin

Alternativa autoriza os franqueados a se associarem a uma companhia sem precisarem investir em um ponto comercial

Franquia home office: opção viável para quem deseja empreender

Rafael Dal Molin

Alternativa autoriza os franqueados a se associarem a uma companhia sem precisarem investir em um ponto comercial

Como empreendedor, garanto: em algum momento da vida você já pensou em trabalhar de casa, usando apenas o seu computador, internet e telefone. Acertei?
Seja para conciliar com outras atividades, ter mais tempo com os familiares e amigos, horário flexível ou porque você faz parte dos 12,8 milhões de brasileiros que estão desempregados atualmente no País. Encontrar uma área de atuação que permita mais autonomia, exija baixo investimento inicial e dê retorno financeiro rápido pode ser a solução dos seus problemas.
Franquia home office ou home based. É disso que falarei nesse artigo!
O mercado de franquias é altamente promissor para quem tem a intenção de empreender. Aliar-se a uma marca estabelecida, em que os produtos e serviços já foram validados e contar com o suporte dessa empresa ao longo da jornada ajuda os empresários a terem sucesso na consolidação do negócio. No entanto, engana-se quem pensa que só é possível ter uma franquia a partir do momento que se instala uma loja ou quiosque físicos. E os microempreendedores sabem bem disso.
As franquias home office ou home based autorizam os franqueados a se associarem a uma companhia sem precisarem investir em um ponto comercial e proporcionam a possibilidade de se preocuparem menos com o capital investido - até porque, a base do negócio é a casa do empreendedor e os gastos costumam ser menores.
Nessa modalidade de franquias, os candidatos também ganham todo o apoio necessário, ainda que estejam trabalhando de forma remota e podem ocupar diversas áreas, sendo a prestação de serviços uma das mais comuns.
Apesar das vantagens parecerem bem boas, na outra ponta dessa equação é preciso encontrar empresas tradicionais que queiram expandir suas operações comercializando modelos de baixo custo para quem não tem capital sobrando.
Nós da Elevor, por exemplo, acompanhamos o movimento do mercado e buscamos pessoas interessadas em serem franqueados autorizados do 1 Clic - software de gestão empresarial com ferramentas completas voltado para os micros e pequenos empreendedores.
Com uma taxa de franquia que gira em torno de R$ 5 mil - que já inclui treinamento e capacitação técnica e comercial -, o empreendedor tem a tarefa de fazer a prospecção dos clientes e dar o suporte. Em outras palavras, ele ganha uma solução pronta e usa seus conhecimentos e habilidades naturais para manter o relacionamento com os clientes, realizar as vendas e o atendimento pós-venda.
O mais legal é que ele precisa apenas de um telefone e não de um escritório. Não parece uma opção viável?
Completaria dizendo que é preciso estar atento. Pelo fato de se trabalhar sozinho, é necessário ter muito foco e disciplina para manter uma rotina satisfatória. Não misture a rotina de casa com a da empresa e nunca se esqueça que, no modelo de franquia home office, o seu salário só depende de você. Boa sorte!
Rafael Dal Molin
Rafael Dal Molin

Deixe um comentário