Mauro Belo Schneider

Entrevista com Cícero Aragon, fundador da empresa

Box Brazil dobra de tamanho na Capital

Mauro Belo Schneider

Entrevista com Cícero Aragon, fundador da empresa

Quem assina TV a cabo tem acesso aos canais FashionTV, Prime Box Brazil, Travel Box Brazil e Music Box Brazil, que estão presentes em todas as operadoras do País, somando 35 milhões de espectadores. O que, talvez, as pessoas não se deem conta é que tudo é transmitido a partir de Porto Alegre, resultado do sonho de Cícero Aragon, 48 anos. Sua trajetória culminou numa empresa que, atualmente, funciona em 500m² do Tecnopuc, e que em março dobrará de tamanho (passando a ocupar todo o 15º andar do prédio). Ele quebrou, pelo menos, três vezes e já teve salas de cinema espalhadas pelo interior do Rio Grande do Sul - depois vendidas para pagar as dívidas. Hoje, emprega 80 pessoas, com escritórios também em São Paulo e no Rio de Janeiro. Os investimentos da Box somam R$ 140 milhões em 177 produções. Desses, R$ 28 milhões aplicados em 30 séries originais gaúchas.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Quem assina TV a cabo tem acesso aos canais FashionTV, Prime Box Brazil, Travel Box Brazil e Music Box Brazil, que estão presentes em todas as operadoras do País, somando 35 milhões de espectadores. O que, talvez, as pessoas não se deem conta é que tudo é transmitido a partir de Porto Alegre, resultado do sonho de Cícero Aragon, 48 anos. Sua trajetória culminou numa empresa que, atualmente, funciona em 500m² do Tecnopuc, e que em março dobrará de tamanho (passando a ocupar todo o 15º andar do prédio). Ele quebrou, pelo menos, três vezes e já teve salas de cinema espalhadas pelo interior do Rio Grande do Sul - depois vendidas para pagar as dívidas. Hoje, emprega 80 pessoas, com escritórios também em São Paulo e no Rio de Janeiro. Os investimentos da Box somam R$ 140 milhões em 177 produções. Desses, R$ 28 milhões aplicados em 30 séries originais gaúchas.
A operação, que atua em Angola e em Moçambique, teve como um dos primeiros investidores o dono da CBS Alimentos, Carlos Batista da Silva, já falecido. O ano de 2020 promete novidades, com a inclusão de dois novos canais, além do desembarque em Portugal, Argentina, Uruguai e China. Na entrevista a seguir, Cícero fala sobre o mercado em que atua.
GeraçãoE - Por que investir em televisão?
Cícero Aragon - Continuo acreditando na televisão, mais ainda, numa televisão multiplataforma. Todos os nossos canais, hoje, são multitela, assim como os dois novos projetos para o ano que vem. Serão TV por assinatura, para celular, TV segmentada, todas as mídias. Um exemplo de conversão é o movimento que o Netflix fez de encartar em um jornal o anúncio de um lançamento deles. Tu vês o meio mais tecnológico dentro do mais tradicional. Não tenho dúvidas de que todos os meios permanecerão.
GE - Com tanto conteúdo on demand, há espaço para canais programados?
Cícero - Chega um momento em que tu queres escolher, mas em outros não. Queres que alguém programes para ti. Temos que fazer centenas de escolhas por minuto. Por isso, a TV por assinatura vai permanecer, embora se molde.
GE - Qual o futuro do entretenimento?
Cícero - Empresas virão para integrar os vários apps em um mesmo ambiente. Já temos o exemplo da Apple e da Amazon Prime. Só que cada uma dessas plataformas custa dinheiro. Vai chegar um momento em que ao somar tudo isso estaremos gastando mais em apps do que em TV por assinatura. Aí, haverá a volta para esse formato.
GE - Quais os próximos passos da Box Brazil?
Cícero - A versão nova da Box Brazil Play será lançada como um box de todo o conteúdo nacional, não como plataforma de conteúdo da Box Brazil apenas. Passará a ser um grande hub de conteúdo brasileiro. Tudo estará ali dentro. Será a maior plataforma de conteúdo independente nacional.
Mauro Belo Schneider

Mauro Belo Schneider - editor do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Mauro Belo Schneider

Mauro Belo Schneider - editor do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário