Texto: Giana Milani

Complexo tem água termal a temperatura média de 36ºC

Livramento ganha parqueinspirado em Amsterdã

Texto: Giana Milani

Complexo tem água termal a temperatura média de 36ºC

A empreendedora Patrícia Barros classifica como uma benção a descoberta que fez há cerca de quatro anos, quando adquiriu uma propriedade em Santana do Livramento. O filho, João Gabriel Barros, cismou que poderia ter água termal no local, fato que se confirmou e foi fundamental para a criação do Complexo Turístico Termal Amsterland (nome inspirado em Amsterdã, na Holanda). "Não imaginávamos que teria algo tão precioso em nossa vida, que é a água. É um presente que a natureza está dando para o santanense", comemora ela.
LUIZA PRADO/JC
Patrícia foi morar na fronteira aos 21 anos, e trabalhou durante duas décadas no comércio nas funções de diretora e compradora. Depois, atuou como terapeuta da área de florais. Ela adquiriu o terreno para montar um spa e uma horta orgânica, mas com a evidência da água, com uma temperatura em torno de 36º C, o plano inicial ganhou outro contorno. "João Gabriel sugeriu que fizéssemos duas piscinas fechadas, para a população do entorno frequentar no inverno. Todos começaram a acreditar no projeto", explica. O anúncio otimizou investidores uruguaios, que ajudaram a definir a atual infraestrutura.
DIVULGAÇÃO/JC
O parque terá dois hotéis (o primeiro será concluído em 2022), com 200 quartos cada e um shopping a ser inaugurado em março de 2020. Além disso, possui área kids, com brinquedos adequados para bebês até adolescentes, e, claro, as piscinas. A parte indoor, com cerca de 4 mil m², foi aberta em julho e a área externa, com 20 mil m², funcionará a partir de dezembro. Ainda fará parte do complexo um spa, chamado Espaço Saúde, que terá aulas de yoga, sauna e piscina de imersão.
AMSTERLAND/DIVULGAÇÃO/JC
Patrícia revela que se sente muito otimista com o Amsterland e feliz por agir em prol da região que gosta tanto. "No primeiro momento, todo o operacional era da cidade. Os filhos dos santanenses saíam do município para procurar emprego e agora começa a ter um movimento diferente", detalha. "Sei que estou colaborando para o crescimento da fronteira e proporcionando que pessoas de vários estados do Brasil, Argentina e Uruguai conheçam o parque", comenta.
A ação de inovar em um segmento não usual para a região, de acordo com ela, tem animado outras mulheres. "Cada vez mais, em Santana, estamos tendo mais empreendedoras. Eu abracei essa terra. É uma região muito rica", complementa Patrícia, que diz ter sido apelidada de "rainha-mãe" na localidade.
Até o momento, o Amsterland emprega cerca 40 colaboradores, além de mais 40 temporários alocados nas obras. Há opção para frequentar via título familiar (restam apenas 30 deles para comercialização), passaporte ou day use. O ingresso do day use custa R$ 30,00 de terça-feira a sexta-feira e R$ 40,00 de sábado a domingo. O horário de funcionamento é das 11h às 20h30min.