Cristiano Fragoso, Head de Estratégia Criativa e sócio da DO IT
Cristiano Fragoso, Head de Estratégia Criativa e sócio da DO IT

Brandingtech: o futuro das agências chegou

Cristiano Fragoso, Head de Estratégia Criativa e sócio da DO IT

Centenas de negócios estão tentando sobreviver nesta década em que a digitalização deixou de ser um "algo a mais" para ser a "única alternativa"

Brandingtech: o futuro das agências chegou

Cristiano Fragoso, Head de Estratégia Criativa e sócio da DO IT

Centenas de negócios estão tentando sobreviver nesta década em que a digitalização deixou de ser um "algo a mais" para ser a "única alternativa"

Eu me considero um felizardo por poder trabalhar em algo que amo, principalmente nesses tempos de pandemia, em que o escritório tomou conta das nossas casas. Atuar na criação e no planejamento de estratégias de branding para a aceleração de marcas me faz aprender e descobrir muitas coisas interessantes, como o fato de que nenhuma empresa precisa de branding, nem de comunicação, muito menos de inovação. O que todas elas buscam, na prática, são resultados. Sem eles, nenhum negócio sobrevive.
Parece óbvio (e é!), mas o que nós, especialistas em construção de marca, podemos contribuir neste processo é ajudar a dar sentido para essas organizações através de uma bem pensada e orquestrada experiência de marca. Marca, por definição, é aquela plataforma de sentido que conecta valores humanos aos negócios. Por isso ela é tão importante: porque significado é algo valioso para nós, humanos ávidos por dar sentido à vida.
O valor das marcas vem crescendo na mesma proporção da dificuldade que estamos tendo em acompanhar e entender a realidade, porque elas têm a capacidade de simplificar raciocínios complexos, como o avanço tecnológico acelerado que tem promovido transformações substanciais em modelos de negócio. Quem melhor que o Airbnb para explicar a mudança radical na hotelaria? E para elucidar a reviravolta nas tele-entregas, existe uma expressão mais adequada do que iFood?
Centenas de negócios estão tentando nascer, se desenvolver ou sobreviver nesta década em que a digitalização deixou de ser um "algo a mais" para ser a "única alternativa". Fintechs, edtechs e tantas outras "techs" investem na inovação de produtos e serviços, mas ainda não conseguem fazer o fundamental para prosperar neste novo contexto: construir sua marca. Foi por isso que criamos uma brandingtech, a DO IT. Queremos ajudar empresas inovadoras, que fazem parte da nova economia, a planejarem e executarem jornadas de marca, e com isso obterem melhores resultados.
Daqui para frente, todas as organizações serão, de alguma forma, empresas de tecnologia. Mais do que nunca, elas vão precisar de um constante e consistente trabalho de branding que atenda às suas carências e, principalmente, conecte com a sua cultura. Chegou a hora das agências de comunicação e consultorias de marcas tradicionais colocarem de verdade o "tech" no seu dia a dia.
Cristiano Fragoso, Head de Estratégia Criativa e sócio da DO IT
Cristiano Fragoso, Head de Estratégia Criativa e sócio da DO IT

Deixe um comentário