Natasha de Caiado Castro
Natasha de Caiado Castro

Futuro do trabalho pós-pandemia: 2020 foi o ano da digitalização e 2021 será o ano da humanização

Natasha de Caiado Castro

As pessoas estão fazendo criando novas expectativas sobre flexibilidade, condições de trabalho e qualidade de vida

Futuro do trabalho pós-pandemia: 2020 foi o ano da digitalização e 2021 será o ano da humanização

Natasha de Caiado Castro

As pessoas estão fazendo criando novas expectativas sobre flexibilidade, condições de trabalho e qualidade de vida

Antes da pandemia, o senso comum acreditava que os escritórios eram essenciais para a produtividade e, por isso, grandes empresas investiam em locais de primeira linha nos principais centros urbanos do mundo. Quando a pandemia se instalou, muitas pessoas ficaram surpresas com a rapidez e eficácia com que foram adotadas tecnologias para videoconferência e outras formas de colaboração digital. Agora, trabalhar em casa se tornou algo corriqueiro e, cada vez mais, empresas estudam a possibilidade de manter este formato indefinidamente. Do ponto de vista do funcionário, a mudança também foi enorme: as pessoas estão fazendo novas escolhas sobre onde querem viver e criando novas expectativas sobre flexibilidade, condições de trabalho e de qualidade de vida.
Portanto, se 2020 foi o ano em que percebemos ser possível trabalhar de qualquer lugar graças à digitalização dos processos, 2021 será pautado pela forma com que as corporações acolhem seus funcionários para muito além das ferramentas que os permite serem produtivos e alcançarem bons resultados.
Eis alguns pontos de partida que ajudarão a sua empresa a se comprometer com seus colaboradores de forma mais humanizada:
1. Ofereça flexibilidade
Alguns de seus funcionários podem ter responsabilidades adicionais durante esse período já que escolas e creches fecharam em muitos locais. Se a função do colaborador permitir, considere oferecer horários flexíveis. Esta mudança pode ajudar a reduzir o nível de estresse de seus funcionários, permitindo que cuidem de suas necessidades, agendando horas de trabalho compatíveis com suas responsabilidades pessoais. Esta atitude sinaliza que a empresa respeita suas vidas pessoais tanto quanto valoriza suas contribuições profissionais.
2. Mantenha a comunicação
É possível que muitos funcionários remotos não se sintam envolvidos com a empresa devido a uma cultura de comunicação apenas por e-mail. Considere iniciar um grupo de bate-papo para que todos possam falar livremente a qualquer momento. Você também pode se comunicar com sua equipe por vídeo pelo menos uma vez por semana. Isso ajudará a deixar todos informados e permitirá que seus funcionários exponham quaisquer problemas ou obstáculos.
3. Ofereça feedbacks
Infelizmente, a maioria dos gestores se concentra em dar feedbacks no contexto corretivo. Ao contrário do que se acredita, o feedback positivo não significa apenas reconhecer o esforço. Funcionários que recebem feedback positivo e eficaz regularmente são mais engajados, produtivos, permanecem mais tempo na empresa e apresentam maior lucratividade.
4. Se preocupe com a saúde mental dos colaboradores
Os locais de trabalho que promovem a saúde mental têm maior probabilidade de reduzir o absenteísmo e aumentar a produtividade. Entre em contato com a equipe para conversar não apenas sobre trabalho, mas também sobre sua vida pessoal. Essas interações podem ajudar a amenizar a pressão e a diminuir inseguranças.
 
Natasha de Caiado Castro
Natasha de Caiado Castro

Deixe um comentário