Michele Stahl produz bonecas de pano com as características da criança Michele Stahl produz bonecas de pano com as características da criança Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/JC

Brinquedos para desenvolver a criatividade

Michele Stahl cria brinquedos lúdicos feitos à mão

A ideia de criar brinquedos artesanais veio de uma necessidade enquanto mãe. Michele Stahl, 31 anos, faz artesanato desde sua infância. Crochê, tricô e bordado sempre foram atividades complementares para ela, que atuava como Instrutora de Elétrica e Eletrônica no Senai. Em 2012, optou por colocar o artesanato em primeiro plano na sua carreira profissional.
O nascimento da filha Antônia, em 2015, foi o estopim para usar as técnicas que já conhecia há tantos anos. "Quando a Antônia nasceu, procurei brinquedos e brincadeiras que entretecem ela e eu pudesse costurar. Comecei a fazer brinquedos e, conforme ia divulgando, as encomendas cresciam nessa área", conta.
Arquivo Pessoal/Divulgação/JC
Atualmente, estão entre as suas principais produções as bonecas de tecido personalizadas com as características da criança e os brinquedos de colorir e lavar. "São muitas possibilidades de desenhos e acaba se tornando um brinquedo com duas funções: pintar com canetinhas e depois lavar. Muitas crianças levam para lavar no banho."
Segundo a artista têxtil, os brinquedos artesanais proporcionam que a criança desenvolva mais a criatividade, a coordenação motora e o tato, já que ela entra em contato com diferentes texturas. As ideias na hora de criar os produtos surgem muito da relação com a filha. "Meus produtos foram se desenvolvendo e ampliando conforme a Antônia foi crescendo", conta.
Arquivo Pessoal/Divulgação/JC
Além de ser uma fonte de criatividade, a maternidade é também um diferencial para a confecção de produtos destinados a crianças. Para Michele, no entanto, é essencial buscar ajuda para garantir que o brinquedo seja adequado para cada faixa etária. "Faço produtos que sejam úteis e seguros para minha filha. Quando se trata de criança, isso está sempre em primeiro lugar. Mesmo sendo mãe e tendo em casa com quem testar os produtos, quando estou montando algo novo, procuro ajuda de psicopedagogas para ter certeza sobre a faixa etária ideal do produto e se ele é confiável", explica.
Na contramão da indústria, as peças de Michele são feitas à mão e respeitando o processo artesanal. Além disso, ela acredita que fazer um item manualmente é uma oportunidade de sempre oferecer algo exclusivo para a clientela. "Quando a gente compra de um artesão, valoriza a mão de obra. Além de ter um produto exclusivo, já que mesmo que eu quisesse fazer duas peças iguais, elas não seriam exatamente idênticas. Todo processo é manual e abre oportunidade de fazer um produto personalizado pelo cliente."
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio