Di Bloquinho Liz Gomes apostou nas tiaras decoradas como um negócio para o Carnaval Foto: DIVULGAÇÃO/JC

Doceira de Osório aproveita férias no Rio para produzir acessórios de Carnaval

Liz Gomes criou a Di Bloquinho junto com a sua mãe

O lado empreendedor de Liz Gomes, 32, não a abandona nem durante as férias. Proprietária da Lilut, doceria de Osório especializada em doces decorados, viu, no período de recesso, uma oportunidade de apostar em um novo negócio. Liz foi visitar sua mãe no Rio de Janeiro e viu que as tiaras eram um sucesso por lá. Assim, surgiu a Di Bloquinho, que atende a encomendas na Cidade Maravilhosa e também no Rio Grande do Sul.
A produção, em parceria com a mãe, começou há pouco mais de um mês. "Como faço doces decorados, trabalho muito esse aspecto mais artesanal, e a minha mãe também sempre trabalhou com artesanato. Fazia arquinhos quando éramos crianças", conta. Faltando poucos dias para o início da folia, elas contabilizam mais de 50 vendas. Depois do período no Rio de Janeiro, Liz conta que havia clientes à sua espera no aeroporto de Porto Alegre para buscar as encomendas.
Com preços em torno de R$ 25,00, os adereços mais vendidos foram os inspirados em Frida Kahlo e Carmen Miranda. Para o próximo ano, planeja repetir a fórmula: tirar férias do seu negócio e apostar no Carnaval, o que, segundo ela, proporciona uma interação muito especial com as clientes. "Mesmo que nem todas fechem, elas vêm, elogiam, trocam ideia. Todo mundo pira, porque é um momento muito criativo."
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio