Sobre o Autor
Caroline Brogni, Diretora executiva da Trend Marketing Foto: /arquivo pessoal/DIVULGAÇÃO/JC

Caroline Brogni

XxxxxxxxXxxxxxxx

Black Friday não é só para os grandes lojistas

Diretora executiva da Trend Marketing

As promoções do Black Friday caíram nas graças dos brasileiros. Apesar de ser mais antigo nos Estados Unidos, onde é promovido desde a década de 1950, a cultura de promoções no período final do mês de novembro enfrentou resistências no Brasil que a cada ano vão sendo superadas. Hoje, é uma das datas que o comércio mais vende no País. Segundo pesquisa recente da Folha de S.Paulo, houve um crescimento de 16% no volume de vendas nas lojas on-line e 8% nas lojas físicas no ano passado, na comparação com anos anteriores. A prova do crescimento de importância da data no Brasil é que, em 2016, ela foi responsável pelo segundo maior faturamento em e-commerce.
Um dos aspectos mais importantes é lembrar que, apesar de todo sucesso, muitos pequenos empreendedores ainda ficam de fora acreditando ser uma estratégia bem-sucedida, mas apenas para as grandes lojas ou redes do varejo. Mantidas as proporções, todos podem sair ganhando, desde que usem as estratégias corretas e as ferramentas adequadas. Uma boa infraestrutura para questões de logística e entrega é o cuidado mais importante a ser tomado, uma vez que esses foram os pontos fracos comuns em ações realizadas no passado.
Outro cuidado relevante é evitar algumas práticas equivocadas feitas por lojistas no que ficou conhecido como promoção da "metade do dobro", ou seja, aumenta o preço para depois diminuir, oferecendo um suposto benefício. A transparência é fundamental para credibilidade dos negócios. Hoje, é possível, através do uso de ferramentas, verificar se o preço realmente é promocional ou não e o consumidor não perdoa ao ver que está sendo enganado.
Para pequenas empresas a dica é negociar com fornecedores para que possam participar das ações. A promoção deixou de ser exclusividade das lojas virtuais e ganhou espaço também em lojas físicas. Assim, não há limite para a imaginação, sendo possível atuar em qualquer segmento. Convém lembrar a importância de estudar detalhadamente a capacidade de atendimento à demanda que virá nas promoções. É indispensável que o consumidor seja avisado quando há um estoque limitado, isso evita que o cliente crie uma expectativa indo até o estabelecimento e não encontre o que procurava. Tomados esses devidos cuidados, é hora de investir na promoção, atrair e, por que não, fidelizar a clientela a partir dessa ação.
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Mostre seu Negócio