Sobre o Autor
Ozeias Rangel, fundador da Gastrotech Foto: /Arquivo Pessoal/Divulgação/JC

Ozeias Rangel

Fundador da Gastrotech

Na hora da dúvida ou da crise, tome café

Ozeias Rangel é fundador da Gastrotech

Algo que raramente nos damos conta é a necessidade da troca de ambiente para algumas tomadas de decisões. Geralmente queremos resolver tudo em nosso ambiente de trabalho, pois nosso cérebro reptiliano já doutrinado nos diz que é ali mesmo, no ambiente de trabalho que devemos resolver problemas de trabalho.
Já percebeu que você desenvolveu padrões de rotina automaticamente? Você vai e volta para o trabalho, faculdade, igreja, creche ou para casa da mãe sempre pela mesma rota, mesmo sabendo que existem várias outras opções? Você senta sempre no mesmo lugar para fazer suas refeições em casa mesmo tendo outros lugares vagos na mesa? Você também dorme sempre no mesmo lado da cama ou lê o jornal começando sempre pela mesma página?
Essa é a parte instintiva e automatizada do nosso cérebro, também conhecida como Complexo-R. Muitas decisões inconscientes e rotineiras, como as que mencionei acima e outras tantas, são tomadas aqui. Porém, tenho uma novidade em primeira mão para te contar: esse sistema pode ser alterado manualmente por você. É aí que entra aquela parte do tomar café com alguém.
Nunca perdi dinheiro por tomar café com alguém, se não fecho nenhum negócio pago o café e aprendo sempre alguma coisa que ainda não sabia ou mais sobre a pessoa com quem falo.
Muitas vezes, neste momento, pode ser tomada uma atitude importante, dada a relevância que o problema ou a solução tenha em suas operações. Uma decisão de negócio tem apenas duas vias: ganhar dinheiro ou deixar de perder. Parece ser a mesma coisa, mas são muito diferentes na prática.
Anote isso: "bons negócios nascem com café, crescem com vinho e se consolidam com espumante".
A simples troca de ar, deixando o ambiente comum e rotineiro de trabalho e sentando numa cafeteria, já deixa você no controle manual do seu Complexo-R. Isso coloca o sistema cerebral em alerta amarelo de "fora de rotina", liberando uma dose extra de epinefrina - também conhecida como adrenalina -, o que permite insights criativos e resolutivos sobre o caso que merece atenção e solução.
Essa troca de ambiente e rotina é catalisada com a presença de alguém de sua confiança, seja um mentor ou conselheiro que saiba escutar e aportar em você comentários relevantes e agregadores, nem sempre prazerosos, mas sempre eficazes e visando seu sucesso.
Então, tome um café com alguém sempre que possível. Pode até não ser você quem esteja precisando de uma oxigenada no córtex cerebral, mas a pessoa que compartilhará o café e o tempo dela contigo. Seguramente vai fazer bem para todos os envolvidos.
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Mostre seu Negócio