Sobre o Autor
Custódio César Castro de Almeida, advogado e sócio da Mário de Almeida Marcas e Patentes Foto: /Arquivo Pessoal/Divulgação/JC

Custódio César Castro de Almeida

Advogado e sócio da Mário de Almeida Marcas e Patentes

Proteção para o que se cria, inventa e inova

Seja entre os pequenos empreendedores com gana de crescer ou, então, no mundo corporativo de grandes indústrias, é comum vermos estas três palavras: inovação, criatividade e invenção. Muitas vezes, elas são utilizadas em demasia, inclusive como sinônimos. Pela necessidade de tirar estas palavras do senso comum e no intuito de reforçar o sentido de cada uma, segue uma reflexão onde elas aparecem interligadas, mas não equivalentes.
A criatividade é um dos fatores que impulsionam a civilização e talvez seja nosso principal recurso natural. Ser criativo é pensar de forma diferente, evitando o que já é feito. Pode receber a forma, por exemplo, de um design, uma obra artística, musical ou literária, um software.
Invenção, obviamente, deriva da criatividade humana. É a criação de novos processos, técnicas, sistemas, produtos, formulações químicas, etc. Pode ser divulgada por meio de artigos técnicos ou científicos. Assim como também por patentes. Contudo, se não tiver aplicação comercial, acaba ficando somente no papel.
Quando a invenção é colocada em prática, acontece a inovação. Ela é a aplicação prática de uma ideia criativa. Inovar é ganhar vantagem competitiva por meio de um novo produto, processo ou serviço.
E a proteção? Qual é o significado desta palavra quando falamos em criatividade, invenção e inovação? Podemos resumir em propriedade intelectual. A proteção, assim como as demais palavras, é fundamental na constituição da propriedade intelectual. Saber seus direitos e deveres em relação a patente, marca e outras criações é o que vai preservar este que é o bem mais precioso de um inventor, de alguém que trabalha com a criatividade.
Por isso, se esforce em ser original, use e abuse da sua criatividade. Pesquise, estude e planeje para que a sua invenção se torne uma inovação. Mais do que nunca, precisamos da energia criativa e realizadora das pessoas, para fazer mudanças e alavancar a economia. E nunca se esqueça do valor da proteção. É ela que vai assegurar a longevidade e tranquilidade do seu negócio.
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Mostre seu Negócio