Porto Alegre, quinta-feira, 26 de maio de 2022.
Nossa Senhora de Caravaggio - feriado em Caxias do Sul.
Porto Alegre,
quinta-feira, 26 de maio de 2022.

Galeria de imagens

Morte de jornalista palestina é 'potencial crime de guerra', classifica relatora da ONU

Habitantes de Gaza acendem velas durante uma vigília em homenagem à jornalista palestino-americana e correspondente da Al Jazeera, Shireen Abu Akleh (foto), nesta quinta-feira (26). A jornalista foi morta em 11 de maio com um tiro no rosto enquanto cobria o ataque ao campo de refugiados palestinos de Jenin, na Cisjordânia. O assassinato da correspondente configura um 'potencial crime de guerra', disse a relatora especial da ONU para a Palestina, Francesca Albanese, em entrevista a uma agência de notícias turca nessa quarta (25). "A trágica morte de Shireen Abu Akleh é mais um grave ataque ao jornalismo e à liberdade de expressão e ao direito à vida e segurança nos territórios palestinos ocupados", complementa Albanese. O grupo Al Jazeera culpa Israel pela morte de Abu Akleh, enquanto Israel diz não haver 'suspeita' de conduta criminosa no ocorrido.
 

FOTO MOHAMMED ABED/AFP/JC