Porto Alegre, quinta-feira, 13 de janeiro de 2022.
Porto Alegre,
quinta-feira, 13 de janeiro de 2022.

Galeria de imagens

França: Professores entram em greve contra gestão da Covid-19 nas escolas

Professores e funcionários de escolas francesas se reuniram durante uma manifestação convocada por sindicatos nesta quinta-feira (13). Os presentes protestaram contra a gestão governamental da crise sanitária, a três meses das eleições presidenciais. Os sindicatos denunciam “uma bagunça indescritível” nas escolas por conta da quinta onda epidêmica e dos protocolos adotados contra o vírus nos locais. Cerca de 77.500 pessoas se manifestaram em todo o país, 8.200 delas em Paris, segundo o Ministério do Interior, que registrou 136 protestos em toda a França. Desde o retorno às aulas no país em 3 de janeiro, após o recesso de fim de ano, o governo anunciou cerca de três protocolos diferentes nas escolas, afligindo os professores e atraindo críticas da oposição. O Snuipp-FSU, principal sindicato de escolas primárias, estimou em 75% o percentual de professores do ensino fundamental em greve.
 

FOTO CLEMENT MAHOUDEAU/AFP/JC
13/01/2022 - 19h12min