Porto Alegre, terça-feira, 21 de setembro de 2021.
Dia da Árvore. Dia do Radialista e do Fazendeiro.
Porto Alegre,
terça-feira, 21 de setembro de 2021.

Galeria de imagens

Obra sobre cultura negra no tradicionalismo gaúcho é lançada no Palácio Piratini

Organizado por Liliana Cardoso (foto), primeira mulher negra a ser homenageada como patrona dos Festejos Farroupilhas, a obra “A Matriz da Cultura Negra no Gauchismo” foi lançada neste 20 de setembro, dia do Gaúcho, no Palácio Piratini. O lançamento contou com a presença do governador Eduardo Leite (PSDB) e da secretária da Cultura Beatriz Araujo. O livro é composto por uma coletânea de artigos de estudiosos, pesquisadores e artistas que investigaram a participação do negro na construção da identidade regional gaúcha. “Normalmente, tem-se em perspectiva a Revolução Farroupilha e o episódio do Massacre dos Porongos, quando uma quantidade expressiva de negros foi colocada em linha de frente e massacrada. Porém, a participação do negro no gauchismo é bastante ampla e se estende em todas as áreas que abarcam hoje o tradicionalismo e o nativismo: dança, canto, declamação e atividades campeiras”, afirmou Liliana.
 

FOTO Itamar Aguiar/ Palácio Piratini/JC