Porto Alegre, quinta-feira, 29 de abril de 2021.
Porto Alegre,
quinta-feira, 29 de abril de 2021.

Galeria de imagens

Placa que identifica o antigo Dopinho é recolocada em frente a casarão no Bom Fim

A placa que identifica o antigo Dopinho, no bairro Bom Fim, foi recolada na calçada pela prefeitura de Porto Alegre. Desde 2015, uma inscrição fixada no concreto em frente ao casarão da rua Santo Antônio indicava o local como um dos centros de crimes praticados durante a ditadura militar. A placa, no entanto, foi vandalizada e precisou ser retirada no ano passado. Uma nova inscrição foi confeccionada, com os mesmos dizeres, e recolocada. "Primeiro centro clandestino de detenção do Cone Sul. No número 600 da Rua Santo Antônio, funcionou estrutura paramilitar para sequestro, interrogatório, tortura e extermínio de pessoas ordenados pelo regime militar", diz parte do texto colocado na calçada. O Dopinho funcionou no casarão entre 1964 e 1966 e abrigava prisões políticas e torturas. A instalação faz parte do projeto Marcas da Memória, que busca indicar lugares em que ocorreram crimes de repressão na capital gaúcha. Outras nove placas estão espalhadas pela cidade.
 

FOTO Maria Emília Portella/SMDS PMPA/JC
29/04/2021 - 17h41min