Porto Alegre, quarta-feira, 28 de abril de 2021.
Dia da Educação.
Porto Alegre,
quarta-feira, 28 de abril de 2021.

Galeria de imagens

Protestos contra junta militar jihadista deixam cinco mortos no Chade

Protestos contra a junta militar muçulmana que governa o Chade deixaram cinco mortos nessa terça-feira (27). Sem participação maciça, manifestações foram convocadas por partidos da oposição e organizações da sociedade civil contra o conselho de transição que encabeça o país africano desde a morte do presidente Idriss Déby Itno, no dia 20 de abril. O ditador, no poder há 30 anos, foi morto durante confronto com rebeldes da Líbia. A junta é presidida pelo seu filho, Mahamat Idriss Déby, que deve realizar eleições democráticas em 18 meses. Mesmo sem autorização, policiais e militares dispersaram os protestos dessa terça. Quatro das mortes ocorreram em protestos na capital do Chade, Djamena - uma delas causada pelos próprios manifestantes, segundo relatos de oficiais à AFP. Outro militante faleceu em Mondou, segunda maior cidade do país. 
 

FOTO ISSOUF SANOGO/AFP/JC
28/04/2021 - 15h29min