Porto Alegre, domingo, 13 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 13 de setembro de 2020.

Galeria de imagens

Milhares marcham na Bielorrússia contra governo; 250 foram presos

A polícia da Bielorrússia informou, neste domingo (13), ter feito cerca de 250 prisões durante a manifestação semanal da oposição ao governo em Minsk, em protesto contra a reeleição, considerada fraudulenta, do presidente Alexander Lukashenko, já há 26 anos no poder. Em comunicado, o Ministério do Interior informou que as prisões foram realizadas por "uso de bandeiras e outros símbolos" da oposição e agitação de "faixas com mensagens ofensivas". Fontes estimaram 150 mil participantes na marcha pacífica - que, como as anteriores, não foi autorizada pela Câmara Municipal - em direção ao centro da capital neste domingo (foto). Além da renúncia do presidente e da convocação de novas eleições, os manifestantes exigem a libertação dos membros do "Presidium" do Conselho de Coordenação da oposição, incluindo uma das líderes dos protestos, Maria Kolésnikova, que se recusou a ser expulsa do país e agora está na prisão.
 

FOTO TUT.BY/AFP/JC
13/09/2020 - 18h55min