Porto Alegre, sexta-feira, 11 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 11 de setembro de 2020.

Galeria de imagens

EUA adaptam homenagens ao 11 de setembro em meio à pandemia

Dezenove anos após o atentado às Torres Gêmeas, o 11 de setembro foi lembrado de jeito diferente em Nova Iorque, nos Estados Unidos, em meio à pandemia do novo coronavírus. As homenagens às vítimas, este ano, tiveram menos pessoas em respeito às orientações para evitar aglomeração, distanciamento social e público de máscara. Além disso, a tradicional leitura dos nomes das vítimas foi gravada previamente e exibida em transmissão pela internet. No Memorial e Museu do 11 de setembro, também em Nova Iorque, parentes das vítimas colocaram flores e fizeram orações. O ataque aéreo às torres do World Trade Center deixou mais de 3 mil mortos. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu rival democrata na eleição presidencial, Joe Biden, participaram de cerimônias distintas.  
 

FOTO Angela Weiss/AFP/JC