Porto Alegre, quinta-feira, 10 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 10 de setembro de 2020.

Galeria de imagens

Incêndio em campo de refugiados deixa 12 mil desabrigados na Grécia

Mais de 12 mil pessoas estão desabrigadas na Grécia, após o maior campo de refugiados na Europa ser consumido por chamas na terça-feira (8). O acampamento de Moria, que acolhia quatro vezes o número de sua capacidade, fica na ilha de Lesbos. A ilha do Mar Egeu é a principal porta de entrada para os migrantes na Grécia devido à proximidade com a Turquia. Muitos imigrantes ainda aguardavam socorro nesta quinta-feira (10) nas estradas da região (foto). Segundo informações da AFP, uma balsa foi mandada à ilha para abrigar os migrantes, e dois navios da Marinha grega foram até o local para aumentar a capacidade do resgate. Pelo menos 4 mil crianças residiam no acampamento. Os migrantes moravam em tendas apertadas com acesso limitado a sanitários, banhos e assistência médica. Após o incêndio, apenas uma instalação médica e um pequeno número de tendas permaneceram intactos.
 

FOTO ANGELOS TZORTZINIS/AFP/JC