Porto Alegre, segunda-feira, 24 de agosto de 2020.
Dia do Artista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 24 de agosto de 2020.

Galeria de imagens

Incêndios florestais forçam mais de 100 mil pessoas a deixarem suas casas na Califórnia

Incêndios florestais já devastaram mais de 1,2 milhão de acres na Califórnia, nos Estados Unidos. As chamas começaram no dia 15 de agosto, segundo o departamento Cal Fire, e foram causadas por relâmpagos e rajadas de vento. Mais de 14 mil bombeiros trabalham para proteger as comunidades de duas dúzias de labaredas, que deixaram pelo menos sete mortos e dezenas de feridos, de acordo com o jornal The New York Times. Mais de 100 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas. As duas maiores queimadas, denominados SCU Lightning Complex e LNU Lightning Complex, se tornaram o segundo e o terceiro maiores incêndios na história da Califórnia. Nesta segunda-feira (24), o clima ajudou a equipe de bombeiros a conter as chamas - o LNU foi 22% contido e o SCU em torno de 10%. Ainda assim, a chefe da unidade Sonoma-Lake-Napa do Cal Fire, Shana Jones, disse que "levará tempo para apagar este incêndio".
 

FOTO JOSH EDELSON/AFP/JC