Porto Alegre, quarta-feira, 19 de agosto de 2020.
Dia Mundial da Fotografia.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 19 de agosto de 2020.

Galeria de imagens

Derramamento de petróleo nas Ilhas Maurício ameaça vida marítima

As Ilhas Maurício continuam trabalhando para retirar as quase 800 toneladas de petróleo do oceano, que vazou do navio japonês encalhado na região há quase um mês. O acidente ainda tem causa indeterminada, mas a polícia local prendeu nessa terça-feira (18) o capitão indiano Sunil Kumar Nandeshwar, e logo abaixo na hierarquia, Tilakara Ratna Suboda, cidadão do Sri Lanka. Os tripulantes foram detidos por "colocar em risco uma navegação segura". O navio cargueiro MV Wakashio atingiu um recife de coral na ilha do Oceano Índico em 25 de julho. A estrutura começou a derramar óleo no dia 6 de agosto. Segundo o primeiro-ministro das Ilhas Maurício, Pravind Jugnauth, as 3,8 mil toneladas de combustível transportadas foram totalmente bombeadas dos tanques na quarta-feira (12). Apesar do derramamento ter sido contido, a substância ainda ameaça o ambiente marítimo ao redor, um dos mais intocados do mundo, repleto de manguezais, corais e peixes.
 

FOTO IMO/DIVULGAÇÃO/JC