Porto Alegre, quinta-feira, 23 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 23 de julho de 2020.

Galeria de imagens

Cometa Neowise é visto no céu do Oregon, costa oeste dos EUA

No sudoeste do estado de Oregon, nos Estados Unidos, espectadores puderam presenciar um fenômeno raríssimo no céu da região: o cometa Neowise, descoberto pela primeira vez em março de 2020 pelo satélite Neowise da Nasa. De acordo com a agência espacial americana, esse cometa é um dos poucos do século XXI que podem ser vistos a olho nu. Os cometas tornam-se mais brilhantes à medida que se aproximam do Sol e, nessa quarta-feira (22), o Neowise atingiu seu ponto mais próximo da Terra. Desde o início de julho, ele apareceu somente no hemisfério norte, mas atenção, gaúchos: a partir desta sexta (24), o cometa poderá ser encontrado no horizonte com o auxílio de um binóculo. Vale ressaltar, contudo, que a luminosidade oferecida pelo fenômeno é imprevisível, mas não deixa de ser uma atividade em meio à quarentena...
 

FOTO KYLE SULLIVAN/BLM/FOTOS PÚBLICAS/JC